RSSTwitter

quarta-feira, 27 de maio de 2009


Close: Lídia Brondi

Novelas são uma paixão brasileira, junto com o futebol e a feijoada. E eu confesso que já fui noveleiro até dizer basta! Houve um tempo em que assistia a das 18hs, das 19hs e das 20hs!!! Chegava da aula e me jogava em frente ao videocassete [período jurássico mode on] e vibrava com os capítulos de tramas maravilhosas como A Força de Um Desejo, Celebridade, Torre de Babel, Cambalacho, Tititi, Felicidade... ah, eram tantas! Hoje em dia só existem dois autores que me fazem sentar em frente a TV e ver uma novela: Gilberto Braga e Sílvio de Abreu, tanto que as últimas novelas que vi foram dos mesmos: Paraíso Tropical e Belíssima. Apesar que a última que realmente amei de paixão foi O Clone, da autora Glória Perez. Acho que as novelas atuais, além de carecerem de bons enredos, também se perdem por conta de seus protagonistas, pois o máximo antes era assistir a novela de estrelas como Malu Mader, Regina Duarte,Vera Fischer, Maitê Proença, Dina Sfat, etc. Entre todas essas divas da TV, haviam duas que sempre se destacaram no meu coraçao e coincidentemente trabalharam diversas vezes juntas, inclusive em duas das novelas de maior sucesso em todos os tempos: Dancin'Days e Vale Tudo. Uma delas é minha sempre amada Glória Pires, já a outra é a nossa homenageada do Close de hoje: a igualmente baixinha e talentosa LÍDIA BRONDI.

Lídia retirou-se cedo da carreira e no auge de seu sucesso. Muitos especulam que foi por conta do alcoolismo, outros por síndrome do pânico, outros ainda por conta da promiscuidade que rola nos bastidores da TV. Ela mesmo, até hoje, nunca falou o motivo real de sua retirada. Só se sabe de verdade é que o público ainda sente falta de seu rostinho meigo de menina...


A atriz Lídia Brondi nasceu na cidade de Campinas, São Paulo, em 29 de outubro de 1960. Com apenas um ano de idade, a família muda-se para Ribeirão Preto e mais tarde, aos nove anos de idade, muda-se novamente para o Rio de Janeiro, onde seu pai, o pastor Jonas Resende, iria trabalhar.


Lídia Brondi Resende, ou simplesmente, Lidia Brondi, começou sua carreira na TV Educativa, com apenas 13 anos de idade, no seriado Márcia e seus Problemas. Walter Avancini, famoso diretor, viu sua atuação e beleza e se encantou, chamando-a para participar de uma novela sua, na Rede Globo de Televisão. E a garota participou da telenovela O Grito.


Em 1976, Lídia atuou em O Feijão e O Sonho e À Sombra dos Laranjais. Sempre trabalhou na Globo e faz: Espelho Mágico e Dancing Days, em 1978. Aliás, foi em Dancing Days (novela de Gilberto Braga) que a atriz ascende de fato ao estrelato entre os nomes de sua geração, onde contracenava com o saudoso ator Lauro Corona, tornando-se a ninfeta mais desejada do Brasil nos anos 70.



Também atuou em Os Gigantes; Baila Comigo; O Homem Proibido; Final Feliz; Transas e Caretas; Roque Santeiro; Corpo Santo; Vale Tudo; Tieta e Meu Bem, Meu Mal. Lídia Brondi permaneceu na televisão de 1975 a 1990. Depois da participação na novela Meu Bem, Meu Mal, abandonou a carreira artística e a vida pública, supostamente por estar acometida de síndrome do pânico.



No cinema, Lídia estreou em 1980 em Perdoa-me Por Me Traíres, de Braz Chediak, baseado na obra do dramaturgo Nelson Rodrigues. Mas seu filme mais famoso é O Beijo no Asfalto, 1981, também baseado na obra de Nelson Rodrigues, dirigido por Bruno Barreto. Lídia Brondi enveredaria pelo cinema ainda uma terceira vez, em 1987, quando fez Rádio Pirata, de Lael Rodrigues.


Casou-se com o diretor Ricardo Waddington, em 1985, com quem teve sua filha Isadora (em 27 de janeiro de 1985), mas separou-se dele e se casou com o ator Cássio Gabus Mendes, com quem vive até hoje. Atualmente, desenvolve trabalho de recuperação de dependentes químicos, valendo-se de sua formação de psicóloga, pela PUC de São Paulo, e diz que não pensa em voltar à vida artística, dedicando-se somente ao lar.

Fotos: Reprodução

A eterna namoradinha das telenovelas brasileiras


Postado por: Alessandro Araújo

17 comentários:

Anita Betch disse...

Meu irmão era apaixonado por ela nessa novela final feliz!
Dá saudade mesmo de ver o rostinho dela, tanta atriz meia boca que tem hoje em dia.

Miss Lexotan 6mg (Lulu) disse...

Muito bem pontuado Anita: "...tanta atriz meia boca hoje em dia." (2)
Saudades de Vale Tudo!!!!

Kwell disse...

Alê, eu jamais imaginaria que ela pegou o ex-Fernada Lima...rsrsrsrsrrs
Muito linda e talentosa, creio que foi o alcool, aliado a síndrome, mas, acho ótimo ela está bem, independente de está nos holofotes da TV.
Quanto a promiscuidade sempre existiu e sempre existirá, não creio que depois de 15 anos, ela tenha descoberto qual era a "real" do ambiente televisivo, né!!!!

Kwell disse...

Gentem, dá uma geral nas manchetes da revista "amiga"...só dá presidiário,separação, briga, maconha...e a revista eh "amiga", heim...rsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsr

Anônimo disse...

Ah! Saudade mesmo dessa atriz. Muito bem lembrado por vocês. Parabéns!

Alessandro disse...

Kwell essa da promiscuidade foi o próprio pai dela, o pastor Jonas Resende, que falou. O Ricardo Waddigton pega todas menina! até a sapata da Marina Lima ele pegou!!!!!!!

Alessandro disse...

ah Anônimo também sou louco de saudades dela! tão fofa

Kwell disse...

Tô multicolocrida até a Marina????
eh o fim do mundo mesmo...
Bjão!!!!!

Alessandro disse...

pegou sim Kwell! ele namorou uns meses a Marina. também tem um outro filho com a Helena Ranaldi, e já namorou Ana Paula Arósio, e pegou ou pega a Thayla Ayala. aff esse deve ser doce viu?

Marcelle Félix disse...

Ai Alê, AMEI!!!

ela é simplesmente linda!! Lembro do pai dela no sem censura.Ele trabalhou lá não?

ADOREI!

Kwell disse...

Vixe, acho q o "p" dele concorre com o do Dado, só pode...rsrsrrsrsrsrsrsrsrrssrr

Alessandro disse...

Marcelle ele trabalhou sim ! que bom vc gastou. beijosss

Alessandro disse...

Kwell é verdade, o cara se garante até com caminhoneira. gostaria de conhecer mais profundamente....

Kwell disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Kaira Doebber disse...

Post maravilhoso...pra mim a dupla com Lauro Corona é a melhor!

Anônimo disse...

Arrasou... foi simplesmente um luxo vc lembrar da Lídia Brondi... minha atriz mais linda e amada. Sinto muita saudade dela. Estará sempre ativa em nossos corações...

Luciana Evaristo disse...

Lídia amo de paixão até hj e sempre linda ... Meiga ....apaixonante

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

As melhores peças com os menores preços para você.
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size OQNV
Frete Grátis
Meu guia de lingeries
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00.
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete.
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:
Preços e condições válidas para a loja online da Duloren. As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Caso haja diferença nos preços entre este e-mail e a loja online da Duloren, a condição válida e praticada será a da loja online. Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.