RSSTwitter

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011


Blogar, ainda é um prazer ou virou profissão?

O "it-mundinho" da moda sempre foi constituído, em sua grande parte, sob a brilhante luz dos egos mega inflados de seus seres habitantes. Já que as guerras entre modelos, estilistas, produtores, editores, cabeleireiros, maquiadores, etc., constituem em um show à parte para bel-prazer do público em geral, que adora se deleitar em demasiado por saber de mais e mais sobre intrigas passadas nos bastidores do tal planeta fashion.

E foi por dentro dessas ligações para lá de perigosas que resolveram agregar mais alguns integrantes na venenosa batalha: os blogueiros! Eles, que no início escreviam pelo simples prazer em observar tudo a sua volta e publicar no espaço virtual as considerações sobre, podendo ser essas levadas a sério ou não. Mas só que a mistura em algum momento acabou desandando e findando por crescer em proporções monstruosamentes exageradas, e o que dantes era feito por pura diversão, hoje virou uma profissão. E ai de quem ousar desmerecer o ofício...

Hoje li um texto da Ivânia Coelho Aziz do Gracia Style que elucida muito bem o momento atual pelo qual passa a blogosfera. Fiz questão de reproduzi-lo na íntegra para que os leitores entendam um pouco mais sobre a questão tão cara para todos nós que fazemos parte da mesma.

Foto: Reprodução


Você é alta-costura ou fake?


Estou iniciando esse texto sem saber exatamente que título colocar nessa postagem...

Não sei se vocês vão entender ou pensarão que fiquei louca, mas eu tinha que desabafar com vocês.

O assunto é complexo. E já vi muitas blogueiras falando dele, mas acredito que falta minha humilde, mas sincera opinião na blogosfera sobre isso.

Toda blogueira espera reconhecimento pelo que faz e a abertura de espaço através do que faz. Mas o que é válido para conseguir este espaço? Já pensaram nisso?

Outro dia estava em um evento badalado em minha cidade, e tudo ia muito bem até eu presenciar uma blogueira bastante conhecida perguntar a uma outra blogueira nem tão conhecida: "Fulana (sem nomes, não estou aqui para delatar ninguém!), mas me fala, o que você está fazendo aqui? Quem a convidou?"

Isso bateu como um soco no meu estômago. A blogueira ficou tão sem graça que somente sorriu um sorriso amarelo e saiu à francesa, porque não a vi mais durante todo o evento.

Já a blogueira que fez a pergunta, nem se quer fez questão de fazê-la em particular, mas na frente de várias pessoas que estavam junto à ela no local.

Aquilo tomou conta dos meus pensamentos e o evento acabou sendo um total desastre para mim.

Não consigo entender o que faz um ser humano humilhar outro ser humano por absolutamente nada mais do que o prazer de se sentir "superior".

E fiquei pensando na força que tem a palavra "PODER", mas como verbo e não como substantivo.

E na minha humilde existência, fiquei desejando que aquela blogueira naquele momento tivesse respondido à altura da pergunta nada inteligente e muito insignificante que foi feita à ela.

Nenhuma de nós nasceu blogueira. Nenhuma decidiu escrever em um blog e no dia seguinte já tinha 20 mil acessos únicos diários. Nenhuma de nós nasceu entendendo de moda e beleza. Tudo na vida vem em gotas, aprendemos aos poucos, espelhamos em alguém.

Fico vendo o quão é difícil para meu filhinho dar suas primeiras braçadas na aula de natação... Pra mim é tão fácil... mas ele está aprendendo... se esforçando... lutando por algo que ele realmente quer. E a minha função é ficar ali de espectadora orgulhosa de suas pequenas gotas de conquistas. Agora, imaginem se eu dissesse para ele: "É tão fácil nadar. Por que você está demorando tanto a aprender?" Tudo que ele conquistou até hoje iria por água abaixo. E o mundo talvez perderia um grande medalhista da natação no futuro.

Ter coragem necessária para enfrentar um começo já é uma grande conquista!

Não é fácil escrever, se expor, opinar, já imaginando quantas pessoas irão gostar ou odiar o que se está fazendo. E blogueira tem de estar preparada para elogios e críticas. E saber recebê-las com a mesma medida de orgulho, porque se tem alguém ali questionando é porque você tocou em algum lugar. E isso por si só já é uma conquista.

Uma blogueira iniciante não pode ser medida pela quantidade de acessos, pelo número de parceiros, ou pela enormidade de seguidores. Penso eu que ter opinião própria, criatividade e conhecimento sobre o assunto que se quer falar já é uma boa métrica no início.

A forma correta de iniciar na blogosfera é de forma despretensiosa e amiga. Cresça um dia de cada vez e tudo vai dar certo. Saber enfrentar as dificuldades nos primeiros passos da história que se quer escrever sem desistir e ir alargando os passos aos poucos para ir ganhando movimento é a fórmula do sucesso.

Capacidade de seguir em frente mesmo diante de rasteiras... é isso que desejo àquela blogueira que se sentiu "pequena" diante de tamanha arrogância.

E apesar de termos livre arbítrio e liberdade de expressão, ninguém PODE tudo e ninguém tem PODER para fazer tudo que quer. Porque os nossos "poderes" terminam onde começam os do outro. E esse é o princípio básico do respeito.

E acredite, para uma "grande" blogueira de moda, a pessoa em questão deveria saber que não há nada mais deselegante e ultrapassado do que fazer distinção de tratamento baseado em posição socioeconômica ou profissional.

E ser chique mesmo é saber que todos retornamos ao mesmo lugar no fim da vida e na mesma forma, independente de quantos acessos tivemos no nosso blog ao longo dos anos. Elegância não está à venda e não é conseguida através de parcerias.

E mais do que ter as roupas mais caras, a bolsa da moda, o corpo da Gisele, o cabelo mais cuidado e a maquiagem mais perfeita, ser bonita mesmo e se destacar de verdade tem haver com quem você é na frente de qualquer um. Porque o nosso avesso deve ser tão impecável quanto o que é visto, aliás, esse é o princípio da alta-costura. Perfeição aparente, somente "de fachada" um dia desmorona e o que é podre e mal-feito transparece como o que aconteceu no evento que desencadeou minha vontade de escrever essas palavras.

E então, pense... Você é alta-costura ou fake? O que pauta os seus princípios? Sob que alicerces você quer construir seu sucesso?

Ser blogueira deve servir principalmente para enriquecer o espírito, aprimorar a cultura e enobrecer os relacionamentos. Deve ser divertido! Porque é melhor fazer do blogar uma brincadeira séria, não um sofrimento.

Qualquer tipo de pré(conceito) está totalmente fora de padrão. E desde que escreva com responsabilidade, exponha com respeito e educação e não utilize o Ctrl+ C e Ctrl + V, cada um PODE falar do assunto que quiser, da forma que achar que deve. E se alguém não gosta, clique no "X" e feche a aba. Ninguém precisa ler o que não gosta, mas também não tem direito de criticar!

TEM ESPAÇO PARA TODOS!!! Conquiste o seu pelo que você é de verdade!

E para a blogueira que sentiu na pele a dor de ser desprezada, continue escrevendo e sonhando o seu sonho. Nada acontece se não houver um sonho...

Que todos nós possamos sonhar muito, querer mais, e construir dia-a-dia a nossa felicidade com dignidade. Que de hoje em diante a liberdade seja nossa própria substância. Vamos somar e multiplicar tudo que é bom na vida, e subtrair o que não serve. Dar largos passos (ou nadar de braçadas... rs!) no caminho que desejamos e escolhemos. E manter no olhar o brilho das estrelas nas quais podemos verdadeiramente nos espelhar!

Paciência e muito estudo e dedicação, porque não existem milagres e sucesso a curto prazo. A não ser que você "pague" por ele, mais aí não terá valor.

Não superestime o que você pode conquistar em um ano e não subestime o que pode alcançar em cinco!

E se você não foi considerada uma blogueira "bem-nascida" (odeio esse termo!), não esquenta! A maioria dos verdadeiros talentos também não foram.

Fonte: Gracia Style

84 comentários:

Anônimo disse...

Sua colocação foi perfeita! Amo moda mas acho que realmente existem poucas blogueiras de moda, ou "na moda" que eu continuo acompanhando. Antes eu tinha um roteiro diário de favoritos e hoje o que vejo em alguns destes blogs são pura e simplesmente auto-promoção e arrogância. É uma pena que algumas pessoas sejam fakes, como você mesmo disse.

Ana Cristina disse...

ALê,
Faço minhas as palavras do anônimo!
E fico muito triste em ver algumas coisas sabe? hoje além de um show de arrogância ainda existe a batalha de egos, que chega a proporções exageradas que a meu ver ficam numa linha tênue entre a agressividade e o ridículo onde muitos parecem crianças brigando quando deveriam ser adultos!
Enfim realmente os verdadeiros blogs de moda estão escassos, aliás os BONS blogs de qualquer assuno estão escassos!
Tem tanta gente boa por aí, somos cerca de 90 mil blogueiros, mas o Brasil tem 180 milhões de habitantes quer dizer tem público para todo mundo não é?
Uma vez ouvi isso e não gostei mas hoje consigo ver de outro modo: "um dia a onda de blogs passará e só os bons permanecerão" me parecia arrogante a frase mas hoje é a mais pura realidade pelo menos para mim....pois se você não é censurado e forçado a parar, você mesmo se cansa de tanto nhém nhém nhém e desiste!
Espero que o futuro não seja tão ruim, mas conviver pacificamente como nós, sem competição é coisa para poucos!

Alee - coletandodias.blogspot.com disse...

Eu gosto de blogs de humor apenas. Os blogs de moda que frequento são blogs de amigas queridas que já passaram da idade de padecer com essas afetações. Já os li bastante, mas meu leque de opções foram diminuindo com o tempo.
O problema dessas it blogueiras é que elas levaram a situação para muito longe da essência de um blog que é a verdade e a opiniao própria.
Nada mais que elas escrevam refletem a verdade. Agora tudo é planejadinho para agradar uma empresa, um portal, um estilista ou pra lucro próprio.
Mas, não posso falar muito. Não entendo nada de blogs de moda. Acho que a crítica vinda de outra pessoa da area, como a autora do texto, é mais justa e consistente.

Liíh disse...

AMEI o post e a sinceridade !
Bjoos

Ana Paula Franke disse...

AMEI SEU POST! CONCORDO EM TU-DO!

Adriana Maria disse...

Super real o comentário,hj o que se vê é uma guerra de egos ou "panelinhas"montadas com o intuito de ditar regras e não mais expor opiniões verdadeiras como eram no começo os blogs.Amo o Pimenta porque é sincero e me identifico demais com vcs,tds os comentarios feitos são coerentes,sinceros e com humor(ADORO)

Anônimo disse...

Acho que "blogueiro" é profissão sim =) a partir do momento que se ganha a vida com isso.
A partir do momento que vc coloca um anuncio na página do blog e seu $$$$$ aumenta com o seu número de visitantes isso vira profissão.
beijo

Alessandro Araújo disse...

Anônimo, não sei se concordo muito com isso não, viu? e acho que essa idéia é que tem tirado a naturalidade das coisas

Anônimo disse...

Infelizmente o que vejo nos blogs, hoje em dia, é uma mistura enjoada e tediosa de arrogância e babação. Quase não entro mais. O mesmo acontece com as famigeradas comunidades do orkut, onde sempre rola uma panelinha básica e o uso abusivo do poder pela chamada moderação.Quando vc "ousa" a falar algo que vá de encontro a panelinha, aparece de imediato uma matilha de lobos(evidente) para lhe colocar no seu "devido" lugar. Parece um bando de crianças, como alguém falou aí em cima, que não podem ser contrariadas.Gostei do texto!

valeria bruno disse...

Amei o post e acredito que como tudo no mundo da moda, os blogs irão declinar e aí sim sobreviverão os melhores e mesmo assim, sem tanto glamour como hj.
Fico na torcida para q vcs nunca deixem de blogar, pq aqui eu encontro informações sobre moda, fofoca (adoro), notas venenosas(amo) e muitas risadas!!!

Anônimo disse...

Eu falei, falei e acabei não respondendo a pergunta. Acho que pode ter as duas coisas ao mesmo tempo:profissão e prazer!

JêeH disse...

Concordo com todas as palavras, e até desconfio de qual bloqueira estão falando...só torço que essa tal não seja mais uma GAROTA ESTÚPIDA!

Cinthya Rachel disse...

Escrevi um post sobre isso hoje, acredita? http://ow.ly/41hTx Essa onda de ITblogueiras q se pautam só pelo "sou bonita" não vai durar muito, só fica quem tem conteúdo. bjos

Anônimo disse...

para um bom entendedor meia palavra basta, espero que ao contrário do suscitado pela "JêeH" não seja a Camila Coutinho do GE que praticou tal conduta, prq eu realmente adoro o blog GE e com ctz não visitaria mais se soubesse que a blogueira cometeu um ato deste tipo...

Thaysa Menezes disse...

Adorei o post e super concordo com você!
Parabéns por expressar a opinião de muitas pessoas!
Beijocas

FerNanda disse...

Eu costumava visitar os blogs de algumas garotas consideradas "it girls". A princípio foi por curiosidade em saber o que havia de tão interessante para atrair tanta gente ao ponto delas se tornarem referência de estilo e opinião. Hoje, não visito mais nenhum desses blogs porque essa tal referência não vem delas, é um ctrl c+ctrl v de estilo em que todas ficam iguais e como já citaram, as parceria$ acabam infuenciando e muito no conteúdo. Prefiro blogs com assuntos diversos, inteligentes e que levem no humor. Por isso passei a ser visitante assídua do Pimenta. Ler o blog, comentar, serve como um escape do dia-a-dia, uns minutinhos de folga que eu mesma me proporciono. E é bem melhor fazer isso rindo e se informando do que vendo fotos de uma it-qualquer se exibindo.

Carol- Alfinetes disse...

Ale educação tá na moda. E todo mundo deve ser respeitado e ponto.
E outra o mundo da voltas e só vivendo e que a gente percebe isso.
Bj
www.alfinetesdemorango.com

Anônimo disse...

É por essas e outras que gosto do pimenta, além de sempre estar atualizando os posts (vários por dia, adooro), é uma mistura de moda, humor, atualidades, decoração, enfim, posts para todos os gostos. Agora quanto a esses blogs de muóda...já enjoei. As mesmas tendências, os mesmos looks do dia, esmalte do dia, cocô do dia,cheeeeeega!kkkkkkk. Pimenta 4ever!

Anônimo disse...

O Ale, meu muso...


Sobre esses blogs, o tempo é senhor da razão... é impressionante como essas meninas andam afetadas. O que seria um look de roupa, hoje é o zoom da marca da bolsa, do ziper do short, da boca pintada de mac, ah tem dó... eu fico pensando quando essa maré passar, o que farão de suas futeis vidinhas...


Bjos, itmuso!!!


Ropiraja

Bianca Ladyhawke disse...

Realmente, muito bom o texto!! Eu detesto gente que tenta crescer pisando nos outros, é bizarro! E eu adorei o post da riqueza, brigada por ter se lembrado!! Beijão

Camila disse...

Ótimo post com ótimas verdades!Adorei!

Estou seguindo o blog!Beijos!

http://espacodamila.blogspot.com/

Flávia zelinda disse...

Amo o pimenta!!! Amei o post!
Este termo "bem nascida" na minha modesta idéia, é uma palhaçada, de verdade só por que seu pai tem $$$$ vc nao é melhor que ninguem, muita gente sem tanta grana tem muito mais estilo, personalidade e conteúdo, do que gente que se intitula "It" formadora de opiniao e tal... melhor ser "Normal nascida" e mega feliz, com identidade e pensamentos proprios sem ficar o tempo todo me preocupando com o que os outros pensam ou vao pensar!

Anônimo disse...

Gente, que texto maravilhoso! Reflete muitíssimo bem o mundo com total ausência de sentido em que a blogosfera se transformou. Assim como as meninas dos comentários acima, eu gostava muito dos blogs de moda, das "itblogueiras", mas hoje os acho um pé no saco. Você pode perceber pela propaganda explícita e constante de determinados produtos, como as tais bugigangas de moleton, que tanto renderam discussões acaloradas; quando uma falava do tal moleton, lá vinha o restante da trupe defendê-lo com todo ardor. O mais triste é que, comparando esses blogs com alguns bem bacanas como o Pimenta ou o Casos e Coisas da Bonfa (que eu adoro) percebemos que essas meninas, no alto de sua arrogância, nem ao menos sabem escrever, se expressam de uma forma minimamente compreensível (às vezes risível), mostram o que podem comprar com seus milhares de reais e pronto, trabalho feito.

Um dia, vendo na internet uma entrevista com uma blogueiro chamado Bryan Boy (nem sabia quem era rs), o ouvi dizer mais ou menos assim " os blogs são uma opção para as meninas menos privilegiadas terem acesso aos conteúdos relacionadaos à moda. Que menina normal pode comprar um blog da Balenciaga?" Gostei muito, mas hoje sou obrigada a discordar, pois acho que os blogs de moda estão cada vez mais elitistas. Gente, que menina classe média,que sonha em ter um guarda-roupa minimamente bonitinho, vai ter R$ 120 reais pra comprar um pozinho da MAC ou um vestido "super em conta" por R$ 400 reais??? Eu, que trabalho, tenho uma vida confortável, estou me formando em uma universidade federal, não tenho nem cartão internacional para comprar essas coisas,nunca senti nem o cheiro de um produto da MAC ou da Chanel (adoraria!, que dirá grana sobrando pra dar quase umsalário mínimo em um vestido. Não vejo crime algum em ser rico, mas acho uma covardia vender esse tipo de propaganda como a coisas mais normal e corriqueira do mundo, quando se sabe que boa parte do seu público jamais terá acesso a esses bens.

Nossa, escrevi muita coisa rs. Mas acho que esse post é um instrumento para o desabafo de muitas leitoras!

Beijos, Tay.

Ivânia Coelho Aziz - Gracia Style disse...

Oi gente! Olá querido Alessandro!


Bom, parece que minha postagem rendeu muitos comentários por aqui também!

Fico feliz e acho ótimo porque é mais gente me dizendo que não estou errada em escrever o que eu escrevi.

Só quero retificar uma coisa sobre os comentários que li aqui:

Não citei nomes e não irei citar, em primeiro lugar porque não estou aqui para expor e nem condenar ninguém. Em segundo, porque tenho juizo e internet não é terra sem lei. Citar o nome de alguém sem ter provas do preto no branco, é pedir para tomar o processo do século. rs! Mas tenho certeza que muita gente sabe quem é!

Ah, não é a Camila Coutinho do GE, que inclusive, nem tenho contato, nem opinião formada sobre.

No mais, estou adorando os comentários e agradeço toda a atenção.

Beijão.

PS: Este blog é show!!! Virei fã!

Anna Steiner disse...

Post interessante, mas a questao "Blog: prazer ou profissao" eh irrelevante. O que interessa eh se o conteudo eh bem escrito, rico, variado, original (esse blog mesmo, que eh um bom blog na minha opiniao, faz muito pouco alem de comentar noticias, fotos e eventos coletados de outras fontes), interessante. Se a pessoa faz isso por prazer ou, em uma fase posterior, como meio de vida, nao faz muita diferenca. O importante continua sendo o conteudo X direcionado a um publico X.

As "it-blogueiras" (acredito que todos concordem com uns 5, 6 ou 7 nomes) se destacam hoje em dia porque, apos um sucesso inicial, dominaram rapidamente a arte de se vender bem e de estabelecer contatos no mundo da midia. O blog da Camila Coutino eh um exemplo, que comecou como um (bom e simpatico) blog e hoje eh uma especie de revista de moda, associada a varias marcas e eventos especificos. Eu pessoalmente nao vejo problemas na "mudanca" que houve no GE, por exemplo (de blog que citava marcas mais baratas e populares a blog em que vemos Loubotins e bolsas Chanel na semana fashion de Londres). O que eu acho que incomoda as pessoas eh o fato de que, diferentemente de revistas, que mantem seu publico alvo e nao mudam seu conteudo assim com tanta rapidez, os blogs mudam de "foco" de publico-camada social-classe social muito mais rapidamente. E isso nao eh necessariamente uma coisa ruim= eh chato para quem le, eu por exemplo jamais comprarei ou pensarei em comprar um Loubotin, e pelo jeito terei que procurar outros blogs que tenham mais a ver comigo, mas isso nao faz do GE um blog ruim ou da Camila Coutinho umavendida. Podem dizer o que quiserem, mas ela eh competente, ao contrario de, por exemplo, a Mariah do Blog da Mariah, que eh apenas uma moca-empresaria muito bonita, rica, "bem nascida", mas cujo conhecimento de moda e talento para comunicadora sao no maximo passaveis (as entrevistas e videos dela sao constrangedores, no minimo). Mas nao da pra falar que o blog dela seja ruim...eh uma revista para mocas de classe media alta, e ponto final.

Eh equivocado esperar dos blogs "isencao" ou "pureza". O caminho "crescimento de audiencia x marketing x comprometimento-mudanca do conteudo" eh inevitavel. O que rola por ai, infelizmente, eh muita inveja mesmo. As it blogueiras existem porque alguem gosta delas, e ponto. Eh como Big brother brasil e Faustao, que a classe media brasileira "odeia porque sao um lixo, coisa de pobre, etc", mas que todo mundo assiste. Elas nao surgem do nada, e com poucos casos a parte, elas tem la suas qualidades: perseveranca, poder de comunicacao, simpatia, "contatos", capacidade de prever mudancas e de se adaptar no mundo da midia, etc.

Tem lugar para todo mundo, e quanto ao caso mencionado: para que fazer esse tipo de coisa? Quer dizer que so as it blogueiras sao metidas, grossas, bestas, riquinhas? Nao eh evrdade....

Anônimo disse...

Fui a primeira "Anônima" a comentar e sabia que muita gente também iria desabafar!!! Anna, concordo plenamente com você. São dois blogs que mudaram totalmente o estilo, isso sem falar que o da Mariah era inicialmente Mag Store pra divulgar a loja da sogra dela e agora é pura auto-promoção (os vídeos são vergonhosos mesmo, oiiiiigenteeeee). Desculpem se citei nomes, não é do meu feitio, mas já que foram levantados vou concordar.
O blog Pimenta já virou meu favorito pela leveza nos posts, diversidade de assuntos e ZERO de afetação. Parabéns, CONTINUEM ASSIM rsrsrsrsrs.

Anônimo disse...

Se eu fosse numa festa onde só tem bem nascida, não me deixaria abater. Ora, e se tentassem humilhar iriam receber em dobro!

Brecho da Pat disse...

Por isso que eu passo longe desses blogs de It girls. Já tentei ler mas eu me sinto mal com tanta futilidade. Fala sério, a vida não pode ser só isso.

Anônimo disse...

Eu gosto de Blogs de algumas It blogueiras . Eu considero uma revista de moda virtual para Classes média e alta. Posso aproveitar várias dicas sem ter que comprar uma Bolsa Chanel .

É só filtar as informações, pois realmente tem muita egocentrismo e propaganda.

Leio o que acho interessante e não sou influenciada. Além disto, não tenho nada contra ter uma profissão de blogueira e ter remuneração.

Porém não gosto de expressões utilizadas pelas blogueiras: como excessos de palavras estrangeiras e gírias como "bolsa deusa", "luxho" e "super indico".

Sinto uma certa dificuldade em entender alguns termos e gostaria de escrevessem de acordo com as regras da língua portuguesa.

isabelly lima disse...

muito bom! existem blogueiras que querem ser melhor que tudo e todos, sendo que a humildade é algo que elas não possuem. às vezes temos as pequenas-blogueiras que são bem melhores que as grandes, mas não possuem o seu reconhecimento pq não colocam o seu esmalte da semana ou suas mil marcas famosas nos looks do dia, ou seja, elas não fazem isso. não que eu seja contra ou algo do tipo, sempre fiquei de cara por dizer que falar de esmalte é moda, mas enfim, como no próprio texto foi dito, temos público e espaço para absolumanete todos. falar de coisas mais "bobas" é ok, mas falar só disso... jamais!
na minha monografia que foi sobre JORNALISMO E BLOGS DE MODA, isso de se sentir superior e assuntos mais "bobos", foram citados em demasia. ha-ha! =*

Will disse...

Confesso que não visito muitos blogs de Moda, tenho um blog, onde exponho todas as minhas idéias em textos, imagens, vídeos, enfim, também confesso que no começo me preocupei com as questões: Será que alguém vai ler? Quantas visualizações eu terei? Se eu escrever sobre isso ou sobre aquilo vou me tornar popular?

Mas que na real não passava de insegurança e futilidade, hoje escrevo tudo o que quero, o que penso, da minha maneira de escrever, e se alguém ler e gostar...Que bom...se não ler...que bom também, minha pretensão não é me tornar um It blogueiro e nem fazer disto uma profissão, mas sim um hobby.

lea disse...

concordo, oq eu se ve hoje e que o blog deixou de ser um diario virtual, pra se tornar uma ferramenta de auto promoçao, tem gente se enchendo de "orgulho" por poder ir a eventos de moda e tal...gosto de olhar, conhecer, ,me divertir, blog pra mim tem que ser divertimento, e criar novas amizades, novos conhecimentos, concordo com td que a moça escreveu, bjs

Rosana disse...

Este realmente foi um It texto, é incrível a quantidade de egocentrismo e autopromoção existentes nestes blogs de bem nascidas.

Olho os vídeos de algumas, e me pergunto se não existe o mínimo de senso do ridículo (heim bloguetes! rs).

Sei que existe espaço para todas e que devemos respeitar o outro, mas a partir do momento em que se usa o blog para demostrações de "poder" perde-se a razão.

La Petite disse...

Blogueiro não é profissão, no máximo é ocupação remunerada.

Alessandro Araújo disse...

La Petite falou pouco e disse tudo! rsrsrsrs

Mauricio M. disse...

sem entrar na questão de ser blogueiro ser ou não uma profissão, mas sim um apêndice quanto à questão do "poder" e pseudo-"superioridade" de alguns... infelizmente, hoje em dia, educação e bom senso vêm em gotas para alguns, mas vão embora aos litros para outros; uma pena.

Anônimo disse...

nada de rico , nada de pobre , nada de remuneração , profissão , de mudar foco do blog e bla-bla-blaa !
Problema se o blog tinha um foco e passou a ter outro, se você ganha remuneração por isso ou deixa de ganha, se sua conta bancaria é recheada ou nããoo a questão NÃO é essa !

Aqi prevalece a EDUCAÇÃO o BOM SENSO e a HUMILDADE qe esta acima de tudo e que nunca sai de moda, um convite e o retorno de quem é BEM TRATADO independente disso ou daqilo !

A-M-E-I Alee !

pra qem acha qe naão é isso e taá se doendo , talvez a roupa tenha lhe caido super bem , porqe a VERDADE as vezes DOI um 'bocadinhoo' ! (;

CarLinhaa

Cris Dilda disse...

Adorei o texto, comecei o meu blog sem pretenção e com a força dos meus filhos, que sabem que adoro moda e tenho jeito para isto. Não sei tudo mas vou aprendendo. Gosto de passar informações para minhas amigas que não tem tempo para visatar os blogs. OBRIGADA PELO TEXTO.....

nandaamorim disse...

Para mim este texto foi um desabafo.Eu sempre visitei blogs de moda e das it girls.De um tempo para cá, não tenho mais vontade(salvo algumas exceções).Na minha opinião escrever é um hobby e se vc faz isso bem, terá reconhecimento.Eu queria saber desde quando ser blogueira virou sinal de status e classe social(sou it girl, it blogueira, it sei lá o que, sou melhor que vc!)
Gosto muito do pimenta, sou leitora há bastante tempo e acho deveras engraçado os posts!

Flavia disse...

Ah Tempos estava aqui pensando sobre as "it blogueiras"qual salvaria em minha humilde opinião acho que a Marina Smith e a Vic Ceridono pq as as outras me da sono(Zzzzzzzzzz)to cansada de blogueiras publincando semana de moda em New York... Londres e coisas e tal ... tipo olha como sou importante estou aqui Todos os comentarios negativvos sobre seus delirios fashion tambem sao deletados e tanta coisa ridicula que nao tenho mais nem tesão em comentar ... Mas fica a Dica para elas "repensem seus conceitos" Alias ultimamente estou adorando ler sobre moda aqui no Pimenta
Adoro vcs!

Kaira disse...

Nossa, nós estamos adorando ler os comentários de vocês a respeito!
Obrigada pelo carinho,
Bjs!!!

Anônimo disse...

Concordo com a Anna Steiner! e na minha opiniao ter blog virou moda e todo mundo tem e a verdade é que a maioria nao é nada original e sinceramente duvido que quem ganhasse dinheiro de empresas por divulgacao no blog deixaria de comprar Chanel, Dior... Claro que nao! Quem pode compra sim e quem nao pode morre de invejaaa

Anônimo disse...

Anna Steiner arrasou!

Amara disse...

Dos blogs de moda, eu costumo olhar o fashionismo e o petiscos. Parece que todo mundo se considera entendido em moda e resolve fazer um blog, O resultado é: a maioria é mais do mesmo, só alguns se destacam.
E adoro blogs que falam de moda, mas com um toque de humor, como o pimenta.

Lalá disse...

Perfeita!
:)

Fabi disse...

Cheguei ao texto através do "Alfinetes de Morango", e vou dizer que adorei! Infelizmente educação e respeito hoje em dia estão faltando...
Vi várias questões sendo levantadas nos comentários. Uma delas era sobre escrever sem pretensão, apenas por prazer. É claro que quando vira uma obrigação as coisas começam a não fluir tão bem, mas ninguém quer escrever para as paredes. Todo mundo que cria seu espaço quer ter reconhecimento. Pode não virar uma it blogueira, muito menos de um dia por outro, mas é claro que quer muitas visitas e comentários.
Quanto ao "mundo" inacessível que as it blogueiras vivem, realmente, nem todo mundo pode andar por ai montado em Louboutins, Chanel e Gucci, mas a ideia é servir de inspiração, para que a partir de suas possibilidades as tendências sejam adaptadas, como é feito da passarela para o dia-a-dia.
E como muitos já falaram, tem espaço pra todo mundo, e que cada um faça o seu melhor!


http://fabi-inlovewith.blogspot.com/


Beijos!

Mari do Like a Make disse...

Olá!
Tudo bem?
Me chamo Marilene e tenho um blog de maquiagem: Like a Make.

Concordo com tudo o que foi dito nesse post. Tem gente que acha que o meu blog é GRANDE, e eu não O vejo assim.

Vou dar um depoimento breve:
Ano retrasado fui convidada pra um evento de Dermage pela própria Dermage.
Comentei com uma blogueira sobre o evento sem contar que eu ía, e ela disse "Participa do sorteio, quem sabe você não tem sorte e vai, né?"

Bom, eu falei pra ela " Que já ía de qualquer forma pois a responsável da Dermage, havia me chamado.

Chegando lá, essa blogueira nem olhou pra minha cara.

No ano passado, em 2010, ouve um outro encontro e recebi um convite da própria Dermage pra ir, e essa blogueira ficou sabendo e me escreveu dizendo que "Havia um erro e eu NÃO ESTAVA na lista de convidados.

Me digam: O que ela tem haver comigo se eu quisesse ir de penetra?
Só que eu recebi convite virtual e convite em casa.

E Se eu quisesse me aventurar e ficar lá de MOSCA, ela tem alguma coisa haver isso?

E quem é ela pra ter a lista de convidados da empresa?

AF!

Me poupe.

Trato todos da mesma forma, porque não acho que exista uma pessoa na vida melhor do que eu. Só Deus.

Beijos

Alessandro disse...

Marilene, que coisa não? Essas meninas pensam que são rainhas e que são únicas! beijos e obrigado pelo comentário

blogdacacaurivas disse...

Alessandro!

Adorei o post, parabens! Adoro o seu blog, acho que ele tem conteúdo!
Tambem sou blogueira e comecei a pouco tempo, meu bloguinho so tem 2 meses. Dia desses uma blogueira "celebridade" q por sinal é de minha cidade, fez uma festa aqui em comemoração do niver do blog, deixei um recado pra ela perguntando se as blogueiras da cidade dela nao seriam convidadas, já q ela tinha dito q estava ansiosa para receber as amigas blogueiras dela que viriam para a terrinha dela, ou seja., as blogueiras de sampa e Rio. Ela respondeu q foram convidadas sim! ( as da cidade dela),e logo em seguida a própria me deixou uma mensagem anônima, q partiu do link do twitter dela ( bobinha, esqueceu ou não percebeu ) a burrice q estava fazendo, então, dizendo assim pra mim: quer ir rpa festa da "fulaninha"? e quem é vc? muito conhecida não?
Ela que já tem fama de antipática conseguiu ser estupidamente mais antipática ainda e eu não queria ir para a festa dela, so perguntei porque não vi nenhuma blogueira daqui falando sobre o evento e que fora convidada. De fato, so duas foram convidadas, uma porque é dona do Espaço onde foi a festa e a outra porque é amiga mesmo e trabalha no local. Enfim... sempre fui leitora de blogs de moda, mas confesso que hoje em dia, poucos me dão realmente vontade de ler.

beijos

Cacau

Kaira disse...

Ale, pelo "relato" acho que a Cacau é da tua terrinha, amigo!
Cacau, liga não pra essa gente estúpida, rsrs... Bjs!

Alessandro disse...

Cacau, infelizmente na blogosfera tem muita gente estúpida dessa espécie! Por isso mesmo nem visito esse povo, pois um dia a casa cai, né? Beijos e foi ótimo saber que tem uma blogueira da minha cidade nos acessando. Vou visitar o seu já já.

blogdacacaurivas disse...

Kaira e Alessandro!

Pois é..sou de Recife mesmo! :)
Então...Dá uma tristeza saber dessas coisas né? Mas ainda bem que tem pessoas que gostam do nosso trabalho!
Sejam bem vindos no meu bloguinho, viu?

beijos aos dois!

Cacau

Beleza f5 - Dani disse...

Super concordo com esse texto! Tem blogueira que perde a "pouca" noção que tem. Pisar ou puxar o tapete pra subir, ser esnobe ou fingir algo que não é por inveja também é puramente ridículo.
Adorei ter lido essa matéria num domingo! Agradeço a Deus por isso.
Beijinhos

Anônimo disse...

Essas "It blogueiras" são nada mais do que mendigas de grife, já que a vida delas é fazer jabá pra ganhar peças e brindes das marcas pra manter a pose...

Anônimo disse...

a verdade e que os publieditoriais e os jabas transformaram a blogosfera em algo futil e irritante,embora haja algumas louvaveis excecoes.
pra mim e muitas outras pessoas,que fizeram parte de uma geracao que viu o nascimento dos blogs como descricao pessoal do dono e dotado de espontaneidade,ver tudo isso se transformar em uma VENDA DE UM PADRÃO DE VIDA QUE NÃO É BASEADO NA REALIDADE - sim,as que querem se fazer de ricas em suas exposições de viagens,bolsas,eventos - é terrível.e as suas seguidoras cegas que almejam isso só por observar esse comportamento são as pessoas mais vazias,que seguem a corrente da maioria.
nao estou criticando os blogs de beleza;estou criticando a falta de franqueza.da pra perceber quando alguem escreve detereminada coisa/produto/viagem/compra porque FAZ PARTE da sua vida,e quando escreve porque QUER EXIBIR O QUAO PERFEITA E RICA E A SUA VIDA.da pra perceber quando se escreve com simplicidade,e quando quer mostrar uma vida que só sustenta para ostentar aos outros o que tem,passando por cima de principios e opinioes proprias,como,por exemplo,publicando sobre produtos que nao gostam,recomendando por dinheiro.
resumindo: tá faltando simplicidade.

|BIA NICASTRO| @bianicastro disse...

É... posso dizer que sou uma pret-a-porter, então?! rsrs

Brena disse...

Triste sabe o que é, Alessandro?
Ver que pessoas como as que fazem o Petiscos, que indicam textos bacanas como o seu... dão trela para blogs como o tal Blogueira Shame lá, que faz exatamente isso que vc coloca no texto. Humilha, critica e zomba de pessoas que estão começando e que não nasceram sabendo tudo.
É uma pena. Já comentei isso la no Petiscos, mas elas não se importam.
Isso sim é a verdadeira VERGONHA.

Alessandro disse...

Brena, espero que você consiga entender o que te direi: não acho que o que a Shame faça seja necessariamente uma humilhação, já que o que ela faz é apresentar o que as blogueiras postam. Acho que a blogosfera deveria ser um pouco menos egocêntrica e também aprender com os erros e saber rir também deles, pois não estamos acima do bem e do mal apenas por fazermos parte da mesma turma. Sei que às vezes isso pode parecer cruel, mas espero que seja também motivo de análise para as pessoas melhorarem. beijos e obrigado pelo comentário

Gregory Martins disse...

Não vejo o lado profissional de um blog como problemático. É como se quiséssemos julgar o 'nível de paixão' do blogueiro por ele fazer algo sem ganhar nada. Não é este o ponto, mas como é a sua atitude. O que vemos é um grupo de blogueiras que tratam o lado profissional como pessoal. Não digo que todos devem seguir o caminho profissional, cada um sabe o que faz com seu conteúdo. Mas adotar uma postura coerente é necessário em todos os casos.

Nika Stylista disse...

Gostei demais do texto e concordo com tudo! Não entendo o motivo que leva uma pessoa a se achar acima do bem e do mal. Todos temos que buscar o nosso espaço. Uns vão gostar do meu blog e outros não. Todo mundo tem direito de opinar e ninguém é obrigado a gostar da maneira como eu escrevo e muito menos concordar isso. Arrogância e prepotência é algo tão feio, tão deselegante. Inteligente é reconhecer que existe um lugar pra todos na blogsfera e parar de tratar o seu blog como é melhor, mais popular, mais, mais e mais. Educação é artigo raro hoje em dia e a verdade é que essa batalha de blogueiras é uma das coisas mais irracionais e ignorantes de que se tem notícia e, infelizmente a coisa parece se agravar a cada dia mais. Parabéns pelo artigo, Alessandro. Beijos!

Alessandro disse...

obrigado, Nika Stylista! beijos

Deveria estar estudando disse...

Depois da onda de profissionalização dos blogs de moda eu tenho que dizer que o meu está longe de ser um blog de moda.
Apesar de não aceitar ser rata de evento, de recusar todos os dias ofertas de posts pagos, mesmo assim tem gente que me coloca na mesma panela de blogs que vivem disso, que ganham muito dinheiro com isso. E aí?
Fico com a parte ruim (ser colocada na mesma panela) mesmo sem ganhar dinheiro. Afinal estudei e trabalho em outra área.
Queria continuar fazendo um blog exatamente como comecei, por distração, sem a menor obrigação de ser profissional, sem me preocupar com críticas. Acho que não tem mais como. Esse mundinho está ficando cada dia mais cruel. Quando a maioria vira uma coisa (no caso, profissional de blogs) é difícil você provar para o mundo que não é e nem quer ser assim.
Em breve eu desisto.
Belo texto,
bjks, Mel

Agislânia disse...

É como já ouvi por aí... se você quer conhecer o caráter de alguém, dê poder à essa pessoa. Infelizmente tem gente que se deslumbra com qualquer faísca de "poder" e mesmo não sendo um poder real, quando a pessoa tem a mente fraca se ilude que o tem e sai tratando os outros como tapete. Tsc, tsc... esse mundinho - em qulquer nível - me dá é nojo!

Anônimo disse...

Eu amo blogs de moda. Não minto, foi com eles que aprendi a me vestir melhor, mas foi com eles também que descobri o consumismo. Eu quase não era ligada nessa coisa de moda e roupas da moda, pra mim estar chique era colocar um corselete, uma saia longa e uma rasteira (tudo preto de preferência). Depois dos blogs eu passei a comprar mais, antes era só uma universitária lascada (sim sou de família pobre) e comprava o que podia, esmaltes! Porque esmaltes eram a maneira mais acessível para mim de estar na moda. Me formei, passei num concurso, primeira coisa que faço todo mês é mandar grana pra casa (família mora longe) e a segunda, comprar! Porque vi em tal ou tal blog, algo que gostei e assim vai. Até fiz amigos por conta dessa paixão por moda que eu desenvolvi, mas são tão ou piores viciados em compras do que eu. Estou tentando parar, mas é um vício e como todo vício é difícil de largar. Eu passei a buscar blogs sem patrocinadores, garotas mais sinceras que pudessem me inspirar em aproveitar o que eu tenho e não comprar cada vez mais, mas é difícil. Eu gosto de um blog, tudo vai indo bem e de repente, a garota mais improvável que dizia que era contra post pago, me arranja uma loja pra patrocinar o blog dela, a loja tem coisas lindas, tem haver com ela, mas ela tá ganhando aquelas roupas, eu não, eu fico cada vez mais querendo as tais roupas, e sorte a minha que a bendita loja não tem filial na minha cidade. Eu sei que nem todo mundo é problemático que nem eu, mas vejam por esse lado, no fim blog de moda só serve pra isso: fazer a gente querer o que não tem, e muitas vezes, nunca vai poder ter.

Caroline.

simone disse...

Parabéns pelo post! Fantástico! bjos

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Eu sigo o Pimenta pelo reader e pouco comento por falta de tempo, mas recebi por e-mail esse link hoje e resolvi comentar. Primeiro parabéns pelo post e parabéns à Ivânia Coelho que fez um texto muito bom, concordo em partes com a opinião de todos aqui.
Sou blogueira há 4 anos e "problogger" há 2 (não procurei, aconteceu), sim eu recebo $$$, faço publieditorial e vendo espaço publicitário, como disse alguém aí: tenho uma ocupação remunerada mas, não mudei o foco inicial do blog (revista eletrônica), só aceito $$$ para publi que eu considere relevante pro meu público alvo (já recusei $$$ muitos vezes), vou em muuuuitos eventos de moda sim, mas já ia há anos, antes de existir blogs, pois já fui modelo quando "jovem" e vivia nesse "mundinho". Tenho 46 anos e já passei da idade de deslumbramento e mimimi, mesmo que muitos achem o contrário, pois já recebi muitas ofensas no meu e-mail por eu frequentar tais eventos e pela minha idade, mas aproveito o espaço e digo pra quem me critica: que bom ter 46 anos, que bom envelhecer, melhor que morrer jovem.
Já fui esnobada tbm por algumas "It blogueiras", mas não posso generalizar porque muitas delas sempre me trataram muito bem, mas tem algumas que dá "dó", são muito jovens e têm muito que aprender sobre a vida ainda (embora ser jovem não é motivo pra não ter educação e ser arrogante). Elegância é educação, gentileza, empatia, bom comportamento, solidariedade, etc...falta muito dessa elegância pra algumas dessas meninas blogueiras. Não sou hipócrita e digo: é muito bom ganhar (e bem) por fazer algo que vc gosta (sim, eu adoro blogar e nem todos os meus posts são publi), tenho meu preço, não sou jabazeira de batom barato ou paleta de 180 cores, aceito permuta sim, mas tenho "meu" preço. Estou errada? acredito que não, pois não ofendo ninguém, não prejudico ninguém, não compro o que meu dinheiro não pode pagar e nem sou fashion victim, adoro moda pra usar como inspiração e acrescentar pinceladas de tendência ao meu estilo, não vivo uniformizada como muitas: bolsa chanel de correntinha e sapato louboutin, mesmo podendo comprar, sou adepta do hi-lo. Gosto de grifes sim, tenho alguns itens bem antiguinhos que uso até hoje e alguns novos, mas não compro pra ostentar e sim porque acho bonito, a qualidade me agrada e o preço é justo pela história da marca, material, conforto, etc.
Detesto quem pisa nos outros ou se acha melhor, isso é muita pobreza de espírito, tenho "peninha" da blogueira que se desfez da outra no evento citado mas, infelizmente, o mundo é assim e nem tudo é como a gente quer e nem todas as pessoas são 'alta-costura'.
Desculpe mudar um pouco o foco do post e falar de mim, mas hoje estou na TPM e quis desabafar tbm.
Parabéns Alessandro!
BjoBjo;)
Celina Alves
Luxos e Luxos

Rossana Braga disse...

Faço questão de comentar e deixar um "PARABÈNS" gigante para a consciência e sabedoria desta postagem. Faço minhas às suas palavras e opiniões. =***

Alessandro disse...

Celina, acho que o problema não é nem o ganhar com blog, mas sim o que vc falou: gente que pisa nos outros, mesmo precisando desses outros para ganhar o jabá ou o que quer que seja, sabe? beijos e comente mais vezes, please

Anônimo disse...

O texto é bom, mas poucas aplicam isso a vida pratica. É muito triste meninas transformarem seu caráter em primavera/verão, outono/inverno. A moda se transforma, passa e elas mudam de opinião na mesma velocidade.

Quando descobri os blogs de moda lia vários, mas nenhum me atraia, nunca fui de gastar muito. Eu mesma paguei minha graduação e minha pós e hoje leio um blog de moda: Deveria estar estudando. A moça é rica e principalmente inteligente, isentiva as leitoras ao estudos, viaja para o exterior e mesmo recebendo roupas de uma determinada loja, nunca mudou seu estilo e isso significa o quanto ela tem personalidade e é segura de si. Admiro muito vida inteligente e sincera num mundinho cada vez mais vazio.

Raquel

Alê disse...

Engraçado como eu tenho pensado nisso ultimamente! É muito louca essa coisa de blogueira ter virado celebridade, outro dia descobri que tem blogueira que tem fã clube rsrs Meu blog é pequeno e, pensando bem, no fundo, é isso que me dá prazer. Sim, blog para mim é prazer e quero que continue assim.
Citei seu post no meu blog.
Bjs

Alessandro disse...

valeu Alê. beijos

Deveria estar estudando disse...

Voltei pra ver se tinha gente falando mal de mim (mania de perseguição, eu tenho). E vi o comentário da Raquel, sua linda! Não sou rica! Não sou, não!!! Me deixou feliz, obrigada.
bjks!

Anônimo disse...

No Blog da "deveria estar estudando" só porque eu perguntei se ela conhecia o Brasil..minha pergunta não foi publicada, ela respondeu de forma educada, mas publicou comentario de uma menina me xingando de "ridícula" (a pergunta ficou subentendida pela sua resposta), só por causa dessa simples pergunta que era uma curiosiosidade que eu tinha.., me senti um lixo!

Anônimo disse...

Aiás, fui rever a mensagem, retifico, ela publicopu minha pergunta, mas publicou o comentário de uma menina xingando. Acho que xingamentos não deveriam ser publicados e me senti muito mal...

Syl disse...
"você conhece o brasil também ou só gosta de ir pra europa?"

aí, "ANÔNIMA", você prefere a côte d'azur ou a praia de ramos???
hahahahahahahahahahahahaha, que ridícula.

MEL, que delícia conhecer a Europa pelos teus olhos!

beijo, e continue desbravando o mundo por nós.

Syl

Anônimo disse...

Eu discordo, e muito desse texto. Não vejo problemas em uma pessoa chamar a atenção de um penetra em sua festa. Oras, se é a MINHA festa, eu não vou querer um penetra! E vou tratá-lo como tal, afinal, quem o convidou?

Acho que as it blogueiras deixaram de serem blogueiras, pAra serem apenas forncedoras de espaço publicitário, porque aquilo é blog de consumo, de moda? JAMAIS. Mas daí, já acho que tá rolando muita implicância. Erros de digitação, comentários "cortados" pela metade...
E o engraçado disso tudo é que esse texto, acima publicado, não retrata o que aconteceu. Eu li, em outro lugar, o comentário dessa pessoa "penetra" que você descreve, e ao que me parece, ela nem mesmo chegou a ir à festa. De qualquer forma, acho que não cabe a nós julgar os outros, afinal, fácil falar dos erros de outros, quando nem mesmo pensamos nos nossos.

E pensa bem minha filha: se fosse a festa de aniversário da sua filha, você deixaria um estranho entrar sem convite?

Beijs

Alessandro disse...

Anônimo, perguntar agora virou penetra? a menina, pelo que sei questionou a blogueira via comentário em seu site e não pediu convite para a mesma. Acho que vc que tá entendendo tudo errado! vamos ler de novo e prestando agora muita atenção?

Anônimo disse...

esse é o problema, vestem a capa da siceridade, integridade..etc, mas não pode nem perguntar que é xingado, uma simples pergunta vira motivo de ofensa...então parem de pregar sinceridade, integridade...isso cansa!

Deveria estar estudando disse...

Anônima, desculpa se te ofendi por ter publicado o comentário da outra leitora, não foi minha intenção. Mas sempre publico o que me escrevem. Você comentou como anônima e a Syl não. Seria estranho aceitar a sua pergunta/opinião e recusar a dela.
Mas eu realmente não queria causar mal estar. E você deve ter visto que naquela época eu respondi sua pergunta: "Anônima, conheço muitos lugares no Brasil, sim. Não tantos quanto gostaria. Ir para a Europa não descarta gostar do Brasil, né?
Mel". E você não considerou a minha resposta, apenas a da Syl?
Mais uma vez peço desculpas e garanto que não quis de forma alguma fazer você se sentir mal. Meu e-mail está aberto, se quiser conversar.
Mel

fashiontours disse...

Parabéns pelo texto tão inteligente e doce! Adorei mesmo, fazia muito tempo que não lia algo inspirador na blogosfera... Parabéns!

paty disse...

Ale concordo com vc, temos que respeitar todos. bjs. sou sua fã.

Alessandro disse...

Paty, obrigado! beijos

Janne disse...

Oi, Alê, tudo bem?
Eu já tinha andando aqui pelo "Pimenta" antes e além das risadas absurdas que dei com os posts, vi coisas bem legais, que faz bem o meu estilo de ver o mundo e tal. Vi o link desse teu post no blog da Shame (outra que me faz rir muito, rs) e achei a ideia muito boa. Concordo com você e com a Ivânia em gênero, número e grau. Hoje o mundo de blogs é um caos completo, onde só é chique, onde só é elogiado aquele(a) que usa a melhor grife ou que tem mais status. Acho injusto.
Penso que blogs devem ser pra falarmos de assuntos dos quais nos identificamos, e não somente pra posar de rico ou de poderoso. Não acho que o número de acessos ou de leitores demonstrem quão legal o blog pode ser. Acho que o que vale é a informação, a cultura, o tipo de conteúdo a que o blog se propõe. Tem blogs por aí que são bobagem pura, mas que de acordo com seu "estilo" são fenomenais. Acredito que hoje em dia blog virou tão profissão, que as pessoas deixam de falar sobre o que curte, sobre o que se identifica, pra ficar fazendo jabá ou comentando o que é certo ou não usar, o que é legal ou não fazer. Não vou dizer que não leio blogs como esse, sim, porque às vezes, acho algo aproveitável, mas me incomoda o fato de blogueiras deixarem de ser pessoas legais e com conteúdo, pra virarem "celebridades" que só fazem encher nossas cabeça de minhoca e nos estimular a gastar o último tostão do mês pra comprar aquela bolsa caríssima que não podemos viver sem.
Por fim, admito que prefiro os blogs pequenos, sem muita estrutura ou design, sem milhões de posts diários, porque ao menos, esses são mais sinceros e originais em suas ideias.

Desculpa pelo comentário grande! =D

E o Pimenta já virou refresco diário pra mim, rs.
Bjo!

Silvia Melo disse...

Gosto de pessoas que me colocam para pensar de uma forma que nunca havia pensado antes. Apesar de concordar com cada uma das suas palavras, a analogia do seu filho me abriu um espaço na mente; como um insight. Achei o seu texto incrível. Sucesso e parabéns!

Anônimo disse...

[url=http://www.iystwowgold.com]wow gold[/url], I used the product or service nearly all day time enough the underside from the games gold scrapped. I Love games gold!!!
Lots of people say that [url=http://www.guildwars2gold.com.au]guild wars 2 gold[/url] seem ichy inside at my school, there not. Their amazingly soft. I provide games gold everywhere.
bring in [url=http://www.d3kiss.com/]diablo 3 gold[/url] together with everthing
My husband and i enjoy some of these twinkle games gold. They are extremely nice there isn't any seem like a super star rated when I deliver any of them. games gold are good for awesome Maine wintry days. Ihave not at all damaged each of them with rain and bad weather, there is nothing really do not commit to. I i'm worried what are the real fall apart.
you stand by ones own [url=http://www.guildwars2gold.com.au#guildwars2gold]guild wars 2 gold[/url]...that may be excellent to learn about your online business.. compete the fantastic function...is going to buy your games gold once..instead of actually give some thought to the competitors...
I will be pleased I just at last found a pair of games gold... They are incredibly very ideal amazing local weather.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs