RSSTwitter

terça-feira, 12 de abril de 2011


Eu, Vampiro

Acho um tanto quanto engraçado quando leio/escuto que os vampiros estão de volta à moda, já que para mim eles nunca sairam do merecido trono de serem as criaturas mais fascinantes e atraentes que o gênero mistério/horror pôde propocionar ao público ávido de aventuras sanguíneas.

O tema, por vezes tão caro ao imaginário pop, consegue o intento de estar continuamente atraindo diversos seguidores ao mostrar que tais criaturas possuem um grau máximo de charme, sensualidade, sexualidade, beleza, e diferentemente de tantas outras também terem um tanto quanto de humanidade presente em suas personalidades, mesmo estando com salientes e pavorosas presas de fora para o ataque.


Sempre me perguntei o motivo pelo qual o vampirismo viria a ser um assunto um pouco ausente em obras dos autores brasileiros, pois no nosso país é sabido que temos uma boa gama de mitos fantásticos, que vai da Mula sem Cabeça, passando pelo Corpo-Seco, Curupira, e até mesmo o ET de Varginha são personagens que fazem parte de nossas lendas urbanas. Então porque não um vampiro brasileiro? Vocês logicamente vão dizer que o clima tropical não condiz muito com a figura dos pálidos sugadores de pescoço. E realmente, imaginar um sanguessuga se bronzeando em uma praia trajado de sunguinha enquanto saboreia uma caipirinha de glóbulos vermelhos não cola!
Mas o que falar sobre a existência dessa mesma tribo na cosmopolita São Paulo? Bem mais fácil de acreditar, não?

É justo no soturno cenário paulista que acontece a trama de "Eu, Vampiro", livro de estréia do casal de escritores Edenice Ribeiro e Renato Pressi que, fascinados pelo tema resolveram contar a trajetória vampiresca de Marcos, um rapaz órfão com uma vida humama comum, solitária e nada interessante, que de repente se descobre um ser sobrenatural poderoso e vai aos poucos se adequando muito bem a essa nova vida. Mas não imaginem que o mote principal da história desse garoto seja aquele rotineiro foco mostrando um reinado banhado em violência, aqui o que importa mesmo é mostrar esses tais seres interagindo entre nós e passando desapercebidos, convivendo numa sociedade paralela e possuidora também de suas regras e valores. Claro que juntemos a isso a dose de romance necessária, resultando em uma leitura leve que deve agradar bastante aos fãs do gênero.



Marcos é um rapaz comum, e leva uma vida sem aventuras. Ele é somente mais um na multidão. Isso muda quando é brutalmente agredido e praticamente deixado à morte. Mas o destino tinha outros planos. A vampira Adele cruzou seu caminho e, quando tenta livrá-lo do seu sofrimento, dá inicio à aventura de sua vida.

Junto com os Blanc e Petit, o cachorro-vampiro. Marcos experimentará novas e surpreendentes experiências, e terá que aprender a lidar com sentimentos e habilidades que até então nem sabia existir. Como será viver como um vampiro? Ele, como qualquer outro, já ouviu muito sobre os enigmáticos seres. Mas como se sairá sendo um deles? O destino continua surpreendendo-o, e quando Marcos acha que nada mais poderia acontecer...


Livro: Eu, vampiro

Autores: Edenice Ribeiro e Renato Pressi

Ano: 2011

Gênero: Romance

Páginas: 258


Para quem se interessou o livro está sendo comercializado apenas pelo site da Editora Multifoco e você poderá comprá-lo dando aquela sugadora clicada aqui.

Mas, como seguimos ainda em comemoração ao nosso aniversário de 02 anos do nosso Pimenta vamos sortear uma edição do mesmo para nossos leitores! Né luxo? Cata correndo ai embaixo como participar!!!



Como Participar:

Você, seguidor do Pimenta com endereço no Brasil, pode se inscrever até domingo, dia 17 de abril, na caixa abaixo, com seu nome e e-mail. O sorteio será realizado na segunda, 18 de abril, através do Contest Machine e o vencedor será anunciado no mesmo dia. Fica ligado no twitter do @_Pimentas e do @euvampiro!





Boa Sorte!!!


13 comentários:

M. disse...

Tem um escritor brasileiro chamado Andre Vianco autor de diversos livros sobre vampiros. O que eu li se passa no Brasil e eu gostei bastante, Bento. Uma coisa q eu gostei eh q ele mantem a imagem assustadora dos vampiros e nao essas recentes versoes acucaradas q se mto por ai.
Mas boa dica a d vcs.

Vanessa disse...

Qual a chance de um raio cair duas vezes no mesmo lugar??? hahahaha

Mas não custa tentar!

Bjuuuuuussssss

Alessandro Araújo disse...

Vanessa, tem que tentar. beijos

Modernic360° disse...

Parabéns pelo blog. Ótimo presente para as leitoras. E como sempre que vença o melhor!

Virginia disse...

Showwwww!!! Gente.
Adorei a promoção!! Sou mega fã de vampiros, e acho que estamos precisados mesmo de histórias leves e diferentes.
Porque já cansei de ler histórias, onde vampiro so ataca e não pensa e outras onde vampiros nem parecem ser vampiros...risos... Vou esperar pelo sorteio, mas se não rolar, vou comprar com certeza.

Parabéns pelos 2 anos!! Tá explicado porque vocês ainda vão comemorar 12, 22, etc ...

bjkas

Lidy Regina disse...

Mais uma vez parabéns pelos 2 anos do site/blog, eu adoro o tema vampiros, mas não tenho muita sorte em sorteios ¬¬.
De qualquer forma, incluí o link desse post no meu blog para que mais curtidores do tema participem e acompanhem o Pimentas.
Sucesso sempre e adoro os comentários de vocês.

Alessandro Araújo disse...

Lidy, tenta sim! quem sabe dessa vez vc não tem sorte? bjos

Aline Benitez disse...

Já ouvi falar nesse livro!! Muito boooooom!!! Parabéns pelo sorteio e pelo niver meninas!! Tô participando!!
Beijos
Aline
http://www.viciodemenina.com.br/

VIVIANI disse...

Participando!
\0/
Bjs!
:*

Anônimo disse...

Pode se inscrever mais de uma vez,mas com e-mail diferente?
Káh

Denise disse...

Adorooo ler, acho que agora eu ganho....hahaha....não custa ser otimista.
Beijos e parabéns pelos 2 anos de mto divertimento para seus leitores.

Soraya Felix disse...

Adoro histórias de vampiro e acho que devemos apoiar nossos autores.
Parabéns a dupla.

Kaira disse...

Oi Káh!
Digamos que é uma inscrição por email! ;)
Bjs!!!

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs