RSSTwitter

sábado, 31 de dezembro de 2011


Feliz Ano Novo!!!

Acho que Narcisa define bem o que desejamos a vocês nesse ano que vem chegando... Ai que pimenta!!!



Vídeo: You Tube


Porque uma boa dose de loucura é essencial para sermos felizes!

Feliz Ano Novo Pimentinhas!!!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011


Que venha 2012…

Recebi por e-mail e achei tão bonitinho. Isso se chama VIDA...

1234567891011121314151617181920212223242526282930
Imagens: Reprodução


“Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi…”

Pra refletir...

Minhas Pimentinhas queridas, vou abrir a sexta-feira com um belíssimo texto do autor de novelas Walcyr Carrasco, que é bastante pertinente à esta época em que a maioria das pessoas faz um "balanço geral" e traça metas no intuito de alcançar uma melhor qualidade de vida, no final das contas.



CASA DE CADA UM

Nesta época, gosto de tratar da vida. Dou a roupa que não uso mais. Livros que não pretendo reler. Envio caixas para bibliotecas. Ou abandono um volume em um shopping ou café, com uma mensagem: "Leia e passe para frente!".

Tento avaliar meus atos através de uma perspectiva maior. Penso na história dos Três Porquinhos. Cada um construiu sua casa. Duas, o Lobo derrubou facilmente. Mas a terceira resistiu porque era sólida. Em minha opinião, contos infantis possuem grande sabedoria, além da história propriamente dita. Gosto desse especialmente.

Imagino que a vida de cada um seja semelhante a uma casa. Frágil ou sólida, depende de como é construída. Muita gente se aproxima de mim e diz: Eu tenho um sonho, quero torná-lo realidade!

Estremeço. Freqüentemente, o sonho é bonito, tanto como uma casa bem pintada. Mas sem alicerces. As paredes racham, a casa cai repentinamente, e a pessoa fica só com entulho. Lamenta-se. Na minha área profissional, isso é muito comum.

Diariamente sou procurado por alguém que sonha em ser ator ou atriz sem nunca ter estudado ou feito teatro. Como é possível jogar todas as fichas em uma profissão que nem se conhece?

Há quem largue tudo por uma paixão. Um amigo abandonou mulher e filho recém-nascido. A nova paixão durou até a noite na qual, no apartamento do 10º andar, a moça afirmou que podia voar. Deixa de brincadeira , ele respondeu.
Eu sei voar, sim! rebateu ela. Abriu os braços, pronta para saltar da janela. Ele a segurou. Gritou por socorro. Quase despencaram. Foi viver sozinho com um gato, lembrando-se dos bons tempos da vida doméstica, do filho, da harmonia perdida!

Algumas pessoas se preocupam só com os alicerces. Dedicam-se à vida material. Quando venta, não têm paredes para se proteger. Outras não colocam portas. Qualquer um entra na vida delas.

Tenho um amigo que não sabe dizer não (a palavra não é tão mágica quanto uma porta blindada). Empresta seu dinheiro e nunca recebe. Namora mulheres problemáticas. Vive cercado de pessoas que sugam suas energias como autênticos vampiros emocionais. Outro dia lhe perguntei: Por que deixa tanta gente ruim se aproximar de você? Garante que no próximo ano será diferente. Nada mudará enquanto não consertar a casa de sua vida.

São comuns as pessoas que não pensam no telhado. Vivem como se os dias de tempestade jamais chegassem. Quando chove, a casa delas se alaga. Ao contrário das que só cuidam dos alicerces, não se preocupam com o dia de amanhã. Certa vez uma amiga conseguiu vender um terreno valioso recebido em herança. Comentei : Agora você pode comprar um apartamento para morar. Preferiu alugar uma mansão. Mobiliou. Durante meses morou como uma rainha.. Quase um ano depois, já não tinha dinheiro para botar um bife na mesa!

Aproveito as festas de fim de ano para examinar a casa que construí. Alguma parede rachou porque tomei uma atitude contra meus princípios? Deixei alguma telha quebrada? Há um assunto pendente me incomodando como uma goteira? Minha porta tem uma chave para ser bem fechada quando preciso, mas também para ser aberta quando vierem as pessoas que amo? É um bom momento para decidir o que consertar. Para mudar alguma coisa e tornar a casa mais agradável.

Sou envolvido por um sentimento muito especial. Ao longo dos anos, cada pessoa constrói sua casa. O bom é que sempre se pode reformar, arrumar, decorar! E na eterna oportunidade de recomeçar reside a grande beleza de ser o arquiteto da própria vida.

Autoria: Walcyr Carrasco

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


Usei e Não Recomendo: Triton Eyewear

Geralmente fazemos posts elogiando os produtos que testamos e gostamos, só que agora será algo totalmente ao contrário do habituê e vocês entenderão o motivo ao ler o texto.

Sou um tanto quanto aficionado por óculos escuros, pois acho que os mesmos são acessórios mais que certeiros e necessários para a composição de um visual bacana. Por conta dessa mania acabo sendo quase sempre seduzido quando aparece algo na minha frente nesse campo, e que estejam nas possibilidades do meu bolso. E foi isso que aconteceu em meados de fim de Agosto pra começo de Setembro, quando passei por um quiosque de óculos da Triton em um shopping daqui de Recife e me deparei com um modelito que super achei legal e resolvi levá-lo. Resultado? Na segunda ou terceira vez que o usei, ele simplesmente desmontou em meu rosto! É isso mesmo! Uma de suas hastes caiu absolutamente do nada! Assim como também veio despencar a sua logomarca.

Pois bem, na mesma semana do acontecido me encaminhei ao tal quiosque da Triton e fui reclamar seu reparo ou troca. Eles me falaram que enviariam os óculos para São Paulo para ser feita uma avaliação e descobrir se o culpado pelo defeito não havia sido a minha pessoa e que, dependendo da resposta, poderia demorar até 30 dias para ter o resultado. Só que aconteceu de rolar aquela interminável greve dos Correios e chegou a semana do prazo se esgotar sem ter encontrado solução para o problema. Ao telefonar para eles, falaram que eu poderia comparecer lá e escolher um outro modelo, já que como a tal greve tinha atrapalhado os prazos de entrega e a mesma ainda não tinha data para terminar, eles estariam dando essa alternativa aos clientes que não quisessem esperar mais ainda por seus produtos.

Fui até lá então para pegar outros óculos, já que a paciência que tenho para essas malditas trocas infindáveis é nula. Resolvi escolher um modelo totalmente diferente do anterior, pois não havia nenhum que ao menos o lembrasse entre as opções, saindo de lá ao menos um pouco satisfeito por ter encerrado o caso.

Aliás... achei que tinha sido encerrado, né? Pois vejam abaixo só o estado dos óculos depois de uns dois meses de uso
:












Fotos: Alessandro Araújo


E não, eles ficarem desse jeito também não foi culpa minha! Já que o uso, além de não ser constante, sempre foi por poucos instantes, pois não trabalho ao sol, e muito menos sou celebridade para ficar com eles o tempo todo colado no rosto, né?

O caso é que comecei a sentir uma certa aspereza na haste direita e achei que fosse por conta de resíduos de produtos de cabelos que uso, tipo gel ou algum creme. Só que ao limpar com um pano umedecido com água deu nesse traste que vocês viram, pois a aspereza não era por conta de sujeira, e sim pelo esmalte da haste já estar descascando do nada. Um absurdo para óculos quase novos, não é?

O meu caso já está devidamente perdido, visto que nem sei onde joguei a nota fiscal. Mas achei por bem fazer um post relatando o fato para advertir quem queira comprar os produtos da Triton e acabar caindo na mesma furada. Pois se aconteceu duas vezes comigo é porque a coisa não vem a ser nada boa...



Gisele Bundchen para a Cosmopolitan Austrália

Gisele Bundchen é capa-e-recheio da edição de janeiro da Cosmopolitan Australia. Confiram:





Imagens: reprodução



Com jeitinho de garota de praia... Mas peraí, eu já não vi isso antes?



COPY & PASTE...

Cabelo “vapt-vupt” pro Reveillon

Lembram desse produto que mostrei outro dia aqui no blog, e que ainda não havia testado? Comprei no eBay, mas deve ser facilmente encontrado em lojas de produtos para cabelo Brasil afora (eu tentaria em camelôs e em lojas de R$1,99)...





Ele promete ser uma alternativa para o babyliss e rolinhos, principalmente pela facilidade de uso. Pois é, já testei e gostei tanto que divido o resultado aqui com vocês, como dica de penteado pra festa de Ano Novo...

Fotos: Arquivo Pessoal


Eu não deixei muito tempo nem usei nenhum produto para fixação das ondas, nem mesmo usei secador de cabelo com os "bobes" no cabelo. Talvez por isso o penteado não tenha durado muito tempo, infelizmente. Aconselho usar algum mousse antes de enrolar as mechas e ainda dar uma esquentadinha com o secador para que os cachos fiquem mais definidos.