RSSTwitter

sexta-feira, 9 de novembro de 2012


Marisa: Podemos falar de mulher pra mulher?

O poder de fogo das redes sociais não deve ser nunca subestimado! Após toda a polêmica gerada em torno daquele certo comercial sobre que falamos nesse post aqui, e que dividiu opiniões se as Lojas Marisa estariam sendo um tanto quanto ditadoras da magreza ao enaltecer esse quesito em sua campanha. A empresa deve ter sentido que realmente aquela estratégia publicitária deva ter sido um tanto quanto falha e resolveu abrir um canal em sua página no Facebook para que a consumidora possa debater sobre o assunto numa conversa "de mulher para mulher" de hoje à sexta, dia 9.

Acho a ação bastante louvável, já que nem sempre a visão de quem vende é a mesma de quem compra. Fato evidenciado na tal campanha, que muitos nem conseguiram enxergar nada demais. Só que para outros, como eu, o comercial foi tendencioso sim! Então para que ações futuras não sofram desse mesmo tipo de questionamento é super legal que a Marisa escute o que seu público tenha a falar sobre isso.

Abaixo vemos o vídeo-convite para essa conversa, onde é um tanto quanto notório que esse canal de discussão foi aberto por conta da polêmica:

Vídeo: Youtube



Com essa atitude as Lojas Marisa só tem a ganhar por saber respeitar aquelas que lhes provém o lucro e, por tabela, ganha também a consumidora, que pode ter essa aproximação com a empresa reconhecedora de seu poder. Sabendo desde já que sempre poderá causar barulho quando algo lhe causar incomodo. Né tudo?



*Resolvi dar um UPDATE nesse post por conta de notícias pipocando que houve armação na Fan Page das Lojas Marisa. Não posso confirmar se isso vem ser algo correto, mas devo dizer que se realmente aconteceu é um tiro no pé que a empresa dá, pois conseguiu sujar ainda mais a credibilidade da mesma perante suas clientes. Não seria melhor admitir que errou na estratégia de marketing e pedir desculpas claramente ao público? Claro que sim, né mesmo?  Mas parece que o empresariado, e por tabela suas assessorias, permanecem com a idéia de que reconhecer defeitos poderá ferir o orgulho da empresa, sem sacar que não existe a mesma se as pessoas se sentirem ludibriadas, não é verdade?  Nem vou  falar que espero que as Lojas Marisa tome uma nova atitude perante isso, pois acho que o filme já está bastante queimado depois dessa...


27 comentários:

Anônimo disse...

Isso é marketing! Não existe isso da empresa (deste porte) ter errado na campanha! Foi estratégia de marketing... Vê-se que este assunto está na boca de todo mundo, virou case para discussão em sala de aula! Esta nova ação é só mais uma etapa da estratégia, que com certeza já estava planejada! ;)

Anônimo disse...

Na boa, eu acho que é falta de louca suja para lavar viu?

Não sou blasê disse...

Que mané respeito. Eu hein.
Das roupas péssimas feitas por trabalhadores mal pagos (e claro, terceirizados) à visão do que DEVE SER uma mulher, essa empresa é uma bela amostra de falta de respeito generalizado.

Economizem respeito próprio e dinheiro, gente. Melhor gastar com análise pra aprender a não se deixar levar por publicidades tão ridículas quanto essas.

Karen disse...

Alessandro o PIOR (ou MELHOR, não decidi ainda) É que a empresa não pediu desculpas, falou que cada um tem sua opinião e criou 2 PERFIS FAKES para defender a empresa, o pessoal descobriu, os perfis sumiram e a Marisa não se pronunciou, o pior marketing da história. Muito vergonha alheia da atitude da empresa, porque não pegou o exemplo da Prudence que pediu desculpas e fez outra propagando condenando o abuso sexual...
Dá uma olhada:
https://www.facebook.com/voudemarisa/posts/298848736881841

De Fake pra mulher, Machista!!

Luciana disse...

Engraçado que a moça que colocaram é magrinha,novinha, sem ruguinha sem cabelinho branco, acho até que ficou pior que o comercial.
Cadê a diversidade que eles estão falando no vídeo? Por que não colocaram outros tipos de mulheres?

Bianca Ladyhawke disse...

E a propaganda nem passa mais na Tv...

Larissa disse...

Acho muita tempestade num copo d'água.

Anônimo disse...

Gostei do comercial ^^

Anônimo disse...

Alessandro vai me dizer que vc caiu nessa? Assite esse video com mais atenção e veja o proconceito mascarado nas palavras da mocinha. Esse papo antipático dela não colou, aliás achei que ficou pior, viu?
Ela está sutilmente esnobando as "recaldas" que criticaram o outro comercial.

Pimentas disse...

não é bem cair nessa, sabe? acho legal é ter essa porta aberta para a consumidora demonstrar seu desagrado, independente se caiu ou não no papo. isso que acho mais importante! pois aí eles vão sacar a burrada que fizeram e não repetir novamente

peixe beta disse...

Achei péssimo, como dizem... o remendo ficou pior que o buraco.

Anônimo disse...

Super bacana querer a opiniao das consumidoras. Bem, contraria da Schutz que vc junta o ano inteiro pra comprar no site, demora milhoes de anos p chegar e quando vc liga no sac so falta eles dizerem que vc e uma merd~ pq sua compra foi na promo... como se pobre nao pudesse ter bom gosto...absurdo

Marcia disse...

Alessandro, o "convite" para esclarecimento e "porta aberta" foi mais uma jogada de mkt. Só para terem zilhões de "curtidoras" inocentes no fb. Eles não dão a mínima e pouco se manifestam com as pessoas, sempre de maneira asséptica e vaga. Decepção mode on....trabalho na área e olha, eles estão em pouco tempo conseguindo sujar uma imagem bacana de anos.

Anônimo disse...

qto mimimi. A Marisas é uma das poucas lojas com preços acessiveis q se encontra numeração maior de roupas e princiaplemente lingeries. O tipo de consumidora deles, não vai deixar de comprar nada lá por causa de toda essa bobagem, as pessoas não deixam de comprar roupas de empresas q ja foram comprovadas q usam trabalho escravo e infantil. Ces acham mesmo q isso vai diminuir as vendas? kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Dó de quem acha normal criar fake para defender a empresa. Ou dó do resto da sociedade que precisa lidar com esses seres.

Alessandro disse...

seria idiotice minha e sua pensar isso, não: o que queremos debater é o argumento parecido com o que vs usam, por exemplo, quando atacam as blogueiras. então o assunto é sempre válido para abrir os olhos do consumidor e ele saber o chão onde está pisando. deixar de comprar ou não, será opção dele. a proposta não é essa. e gente que acusa outra de mimimi e tão temporada passada... rsrsrs

Alessandro disse...

pois é anônimo. tb tenho dó desse povo ficar achando normal empresa cirando fake pra se autodefender e acusando quem reclama de mimimi. onde vamos parar, né? beijos

jana disse...

Eu parei de compra lá, não pela propaganda mas sim pela qualidade dos produtos..as roupas de lá são descartáveis, muito ruim mesmo e olha que sou pobre de marré, mas conheço um bom tecido, um bom caimento de roupa..migrei pra renner....

Anônimo disse...

as roupas da marisa tem uma qualidade muiito ruim MESMO, tudo estica ou diminui e fica furado.Comprei roupas que eu amava e não duraram um ano.Eu não tenho interesse em coisas descartaveis, não sou consumista, quero produtos bons que durem.

Mary disse...

Acho muita tempestade num copo d'água. +1

peixe beta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
peixe beta disse...

Acho essa discussão extremamente valida, não tenho pretensão de revolucionar nada, tão pouco fazer a cabeça de alguém. A algum tempo não estava me sentindo bem nas lojas MARISA, msm pq as roupas destinadas ao público acima do manequim 50, não ficam juntas com roupas de outra numeração, então quando vc pergunta a uma funcionária da loja se tem seu número, elas respondem " senhora essa numeração tem araras especificas" e no caso da filial de São Vicente onde moro, é no fundo da loja. Já é bem difícil comprar roupas legais quando se é gordinha, pq fica claro que aquelas roupas da propaganda da loja não são pensando em manequim 50... essa propaganda só veio refletir o que sinto na pele toda vez que teimo em achar que a proposta da loja mudou, de qq. forma migrei para a B... e hj comprei duas blusinhas lindas na R..., estou me preparando pra Parada dia 18 de novembro... Rio de janeiro me aguarde. kkkkkkkkkkkkkk

Alessandra disse...

Concordo que a discussão sempre é válida, seja para o bem ou para o mal. Entretanto, o que se nota, é que cada vez mais, tudo se torna motivo para discussão, polêmica, insulto... Bons tempos em que novela era só novela, e não tema de debate em roda de amigos, que propaganda era só um lembrete para a marca, que ninguém contestava se o cavalo no anúncio de cigarro teria sofrido maus-tratos ou se a garota do comercial de sutiã representava a sexualização precoce... Bons tempos...

Anônimo disse...

Será que eram bons tempos mesmo Alessandra? Tempos em que não se tinha senso crítico( não tanto quanto se tem hoje) e se engolia tudo como um imbecil alienado engole? Se for bom pra vc viver em uma sociedade, em um tempo onde não se debate, onde não se contesta, o que algo representa ou não, só tenho uma coisa a dizer: azar seu.Acredito que vivemos em um momento bom que se debate, se contesta o que algo representa ou não, sempre buscando o melhor, pois o melhor é o que se consegue agindo assim.É triste o fato de que algumas pessoas não pensam assim e aceitam "tudo" sem se perguntar o porque desse "tudo".Graças a Deus não sou assim e vejo que muitas pessoas conseguem evoluir e deixam de ser assim.

Anônimo disse...

antes o que moldava a sociedade era a igreja, agora é o consumo.Sempre dá pra ficar pior

peixe beta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
peixe beta disse...

Esse "bons tempos" deve ter rolado a muito tempo, tenho 31 anos e acho que não cheguei a "pegar" esses bons tempos... sempre questionei tudo, desde criança. Lembro-me que certa vez fiquei triste, pq ora bolas não podia ter uma filha (boneca) com a minha cor e meu cabelo crespo.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

toptherm
Top Therm
Top Therm
Top Therm
Top Therm