RSSTwitter

quarta-feira, 29 de maio de 2013


Emocionante

Ontem o Ale postou o desabafo do menino Theo, que com sua sabedoria infantil, parece ter mais maturidade que muito adulto. Hoje a fofíssima Ana Karolina Lannes, a atriz mirim que interpretou Ágata em Avenida Brasil, falou do sofrimento que foi ouvir barbaridades sobre seus pais homosexuais num programa de rádio. A menina, que nunca foi reconhecida pelo pai biológico e aos quatro anos ganhou novos pais, após a morte prematura da mãe, não entende como ser criada num lar com amor pode fazê-la ter problemas no futuro, e se sentiu injustiçada sendo julgada por diversas pessoas. 

 Também não entendemos, Aninha....




Linda, esclarecida, amorosa... Que bom se todos os filhos criados por héteros fossem assim!

7 comentários:

Anônimo disse...



É obEveo que um locutorzinho X sabe muito mais da vida da menina do que ela mesma e toda sua família...

Normalmente eu sou bem pacifista, mas tenho muito preconceito e rancor no coração de gente preconceituosa. Gostaria que acontecessem terríveis atrocidades com quem pensa como este "trem", que é este locutor, e com quem ensina suas crias a serem como tal.

Ysa disse...

Nossa! Emocionei.
Passando para desejar uma ótima noite!
Beijo grande!
yarasousa.blogspot.com.br/

Luana disse...

Deu vontade de chorar só de ver as lágrimas que ela não derramou.
Nesse breve vídeo, essa jovem atriz demonstrou o ser humano que ela realmente é. Muito mais sensata, inteligente, madura e que deve ser muito amada por seus pais.

Mari disse...

Belo depoimento, também deu uma dorzinha ver os olhinhos dela cheios de lágrima, mas o bom é que ela é muito amada pelos pais e sabe disso. E que tem muita gente que discorda completamente do que esse locutorzinho de merda falou.

Anônimo disse...

Aninha, infelizmente algumas pessoas são preconceituosas e hipócritas e existem muitas mentes pequenas que aceitam o que elas dizem como verdades! Mas tenha força e siga em frente, só você e seus pais sabem do amor que sentem uns pelos outros e, por isso, nada do que venha de fora deve importar e abalar a felicidade de vocês!

Anônimo disse...

gente...que coisa triste de ouvir :( Ódio de gente preconceituosa.

Anônimo disse...

Pessoal: mtos filhos de casais héteros são assim, mtos não. O que há? Ela teve muita sorte em ser criada por um casal maravilhoso, de caráter e valores, que é o que uma criança precisa, independente de serem gays. Isso é tão importante assim? como alguém sempre colocar em toda frase "ele conseguiu tal e tal coisa na vida, mesmo sendo negro". Gente, isso já não é preconceito? Sou cristã (CRENTE, com todas as letras), me casei há uma semana e um dos meus casais de padrinhos era HOMOSSEXUAL, ela lésbica e ele gay. Chamei-os porque são pessoas maravilhosas, nos amam e se alegram com nossa união. Isso não basta? ou eu preciso realmente dizer "meu amado casal de padrinhos, apesar de gays, eu os amo?"

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs