RSSTwitter

terça-feira, 11 de junho de 2013


A bosta remetida

Tem coisa mais irritante do que topar com merda de cachorro por onde se passa? Até tem, né? Um pombo dar uma bela cagada na sua cabeça, por exemplo... Mas o fato certeiro é que bosta espalhada nas ruas pelos caninos é mais culpa de seus donos do que dos próprios animais, já que a falta de educação é de quem leva o seu cãozinho para fazer suas necessidades fisiológicas fora de casa e não trata de limpá-las devidamente. Achando que as ruas são privadas sem direito sequer a uma descarga sanitária. 

Queria ver se algum humano cagasse na porta da casa de um deles se gostariam disso! Não, né? E porque acham que bosta de cachorro é diferente da bosta de gente? Toda merda fede do mesmo jeito, meu bem!

Para solucionar esse fedorento problema, o pessoal da Câmara Municipal da cidade espanhola de Brunete teve uma ideia simplesmente fantástica: enviar de volta ao dono a merda feita por seu cachorro numa embalagem oficial! 

A coisa funciona da seguinte maneira: Durante a semana, vinte voluntários patrulham as ruas da cidade à procura dos donos de cães que não limparam os dejetos dos mesmos. Eles, então, se aproximam do proprietário culpado e iniciam uma conversa casual, que serve para descobrir o nome do cão. Como os cães por lá são registrados, eles, em poder do nome do cão e da raça do mesmo, acessam o banco de dados da Câmara Municipal, descobrindo o endereço do proprietário. Daí então embalam a bosta pertencente e mandam entregar em suas casas como "propriedade perdida".
 
Vídeo: Youtube



Será que isso daria certo no Brasil? E vocês, limpam a cagada dos seus cãozinhos como limpam as suas?

5 comentários: