RSSTwitter

terça-feira, 30 de julho de 2013


Série: The Bridge

A curiosidade do ser humano é f...da mesmo! Pois atentem bem para o meu caso: acompanho as séries "Revenge, "Game of Thrones", "The Walking Dead", "American Horror Story", "True Blood", "Hannibal", "Bates Motel", "The Carrie Diaries", "Homeland", no presente momento, mas ainda tenho guardado no computador os episódios de: "The Following", "Person of Interest", "Downton Abbey" e “Les Revenants”, para que um dia, enfim, possa começar a assistir. Sem falar que penso se continuarei a ver "Glee" em sua próxima temporada e estou com uma imensa vontade de retornar para "Once Upon a Time" ( achei meio chata e larguei logo nos primeiros episódios). Já "Pretty Little Liars" me encheu o saco de vez com seu eterno mistério e, como já sei quem é "A", não devo retornar a assistir. É mole? não, né? 

E isso porque ainda tenho muita vontade de assistir "Elementary", "Girls", "Skins", "Ten Wollf", "Scandal", "Sobrenatural", "New Girl", "Grimm", "White Collar", "Arrow", "Orange is the new black" e "House of Cards". Não esquecendo que preciso terminar de ver "Lost" ( parei na quarta temporada ), penso ainda em retornar a assistir as já também canceladas "Desperate Housewives" e "Smalville" ( nem lembro em quais temporadas parei de vê-las!) e tenho baixadas algumas outras como "Alias", "Twin Peaks", "The Tudors", "Weeds" e "United States of Tara"! Ufaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Com esse montão de séries para ver, o que seria mais inteligente fazer? Me livrar de algumas delas! Já que fica humanamente impossível assistir tanta coisa sem ter tempo livre para isso, não é mesmo? Mas o "tabaco leso" aqui, ao invés de fazer isso, tratou de arrumar mais um vício no campo: "The Bridge"!!!!!!

 

A série, que se encontra em seu terceiro episódio, me deixou curioso por sua premissa: dois detetives, um dos Estados Unidos e outro do México, precisam se unir para solucionar um caso ocorrido na ponte ( a tal "The Bridge" do título) que liga a cidade americana de El Paso à mexicana Juárez.
 
Sonya Cross, vivida por Diane Kruger, é uma policial que sofre de uma desordem que a torna extremamente metódica e racional, para não dizer louca do edi mesmo! Pois Sonya é um personagem extremamente tenso, não conseguindo relaxar nunca. Até desconfio que a racha sequer durma de tão nervosa que é! Já que nem mesmo quando dá uma boa "furunfada", Sonya parece relaxar.




Já o detetive mexicano Marco Ruiz, interpretado por Demián Bichir, luta para se manter dentro da lei, mesmo que more em uma região dominada pela corrupção e pelo tráfico de drogas, demonstrando ser um cabra durão, mas ao mesmo tempo uma pessoa amável e atenciosa, sendo do tipo que você entregaria a vida de olhos fechados. 


 

Mistura de drama + policial + suspense, "The Bridge" brinca com o telespectador ao fazê-lo participar de um jogo de mostra-esconde, parecendo que temos certeza, desde o primeiro episódio, sobre a identidade do tal assassino da trama, mas ao mesmo tempo o roteiro te confunde ao ponto de não deixar isso claro, pois razões e ações não são mostrados. E acaba deixando a gente mais doido e nervoso do que a própria Sonya!


Fotos e Vídeo: Divulgação



Inspirada na sérieescandinava "Bron/Broen", "The Bridge", produto do canal FX, vem ser uma série adulta e inteligente, não apenas por mostrar as personalidades conflitantes desses dois protagonistas forçados a trabalhar em dupla, mas também por apresentar as diferenças culturais existentes numa sociedade separada por apenas uma simples ponte, tendo tudo para agradar os apreciadores do gênero, como a minha linda pessoa, se tornando a mais nova queridinha do pedaço.

34 comentários: