RSSTwitter

quarta-feira, 14 de agosto de 2013


Porque a revista Capricho ainda não acabou, hein?

Faz algum tempo que homens e mulheres já tomaram consciência do quão babaca é rotular que pessoa "X" é para ficar e pessoa "Y" é para namorar. Até porque não cabe no mundo de hoje categorizar pessoas só por sua aparência, já que pessoa "X" pode agir de uma forma e acontecer de conhecer alguém que a transforme. Do mesmo jeito que pessoa "Y" pode chutar o pau da barraca e resolver que está afim de se jogar como se não houvesse amanhã!

Então, me assustei/enojei com a matéria no site da revista Capricho, perpetuando o machismo já na adolescência, ao mostrar um garoto tapado listando o tipo de garota para namorar e o tipo de garota pra ficar, porque eles, os bofes, podem agir da mesma forma sem serem rotulados, né?



Quanta babaquice publicar uma coisa dessa, dona Capricho! Em uma fase difícil como vem ser a adolescência e ainda ficar apontando meninas como "vadias" e "não vadias"? Porque é assim que muitos irão ler nas entrelinhas! E é assim que os leitores, e também as leitoras, irão taxar as garotas do colégio, bairro, baladas, etc

Ou vocês esqueceram que foram atitudes como essas que levaram Amanda Todd ao suicídio ano passado??? Esqueceram? Pois aqui abaixo tem um vídeo para relembrar um pouco dos que sofrem meninas e meninos nessa fase. E eles, definitivamente, não precisam de uma matéria filha da puta como essa pra foder mais a cuca de uma personalidade ainda em formação!

Vídeo: Youtube



*UPDATE: Como o site da revista Capricho sacou a merda que fez, aliás, sentiu a repercussão negativa do post machista escrito pelo garoto Márcio Picolly e tirou o post do ar, resolvi reproduzi-lo na íntegra, tanto para que  esse meu post fique com sentido, quanto para que vocês tomem conhecimento do desserviço que essa publicação direcionada aos adolescentes presta! Pois não adianta apagar o tal texto quando tem vários outros com teor idêntico, como esse aqui, né dona Capricho?

27 comentários:

Márcia disse...

Não dá pra acreditar que em pleno século XXI ainda se lê algo do tipo. Já deu Capricho, já deu! Imagino que tipo de adulto autoriza esse tipo de publicação, tendo absoluta consciência do quanto isso influencia as adolescentes e como isso aliena. Não precisamos fabricar mais cabecinhas preconceituosas, mais estupidez. Esse tipo de coisa infla o ego masculino e só coloca as mulheres pra baixo, depois ainda perguntam pra que serve o feminismo! É revoltante, honestamente. Disseminação DESCARADA do machismo; é só olhar pra esses moleques, todos pensam de forma idêntica em relação as mulheres. Deprimente.

Anônimo disse...

O que há com o blog ? Ja abri em dois navegadores e nao consigo lerem causa do fundo

Roberta disse...

Não consigo ler nada, o fundo está estranho!

Anônimo disse...

não dá pra ler colegas

Anônimo disse...

Esses adolescentes americanos são meio malucos né?

Anônimo disse...

Ale eu não consegui ler a matéria toda da capricho. Entrei no blog e lá não abre.

Alessandro disse...

xiiiiiiiiiii! A Capricho removeu! Devem ter sacado a merda que fizeram!

Anônimo disse...

A Capricho tá merecendo um boicote severo! JÄ DEU!
Esse tipo de machismo deve ser arrancado da raiz, que nojo desses meninos babacas que se acham no direito de dizer que alguém é p isso ou outro.
Eu tentei ver a matéria no site também e essa revista IMBECIL tirou do ar.

Alessandro disse...

Dei um update no post com a matéria na íntegra pra vocês lerem

Anônimo disse...

Apenas lamentável.

Anônimo disse...

"Ela não tem um papo legal e não conversa muito" Essa não serve para namoro?? E se for uma menina tímida?? Eu fui uma menina tímida que não conversava muito. E daí? Hoje sou uma mulher casada, tenho filho, trabalho, estudo. Eu não servia para namoro?
É nojenta essa revista e quase todas as suas páginas podem ser rasgadas e queimadas.

Babi disse...

Lamentável e pior é saber que muitos, mas muitos mesmo concordam com isso.....

Anônimo disse...

Obrigada pelo update Ale.
Quanto a essa questão, eu sempre fico um pouco em duvida.
Meu marido anuncia na capricho e em virtude disso vira e meche tem uma em casa e eu acabo folheando só pra ver mesmo e sempre, SEMPRE fico indignada com o conteúdo da revista. Acho too much pra meninas novinhas, acho que incita o pior lado, muitas vezes...
Por outro lado, meu pai assinou capricho pra mim dos 11 aos 15 anos! E eu amava! Adorava os tests, as entrevistas e as perguntas e respostas, que se repetem a decadas!
Daí eu fico me perguntando se eu só não cresci e estou sendo chata...

Anônimo disse...

MAs por outro lado, como aceitar que a informação na qual as meninas se baseiam sejam essas??
São muuuuitas referencias erradas... desde a parte de moda, até os it menininhos, não dá.
Mas daí volto ao conflito, pq qdo eu amava os backstreet boys eu não fui julgada, pelo contrario, tive até uma parede inteira com posters deles, que meus pais fizeram comigo...
No fim não sei até onde isso tudo influencia, oui quanto não faz parte mesmo do universo pré adolescente...

Anônimo disse...

E a bosta da revista Nova ?? eh a mesma coisa só que pra mulheres !!!!

Anônimo disse...

Lamentável! Resumindo: a menina tem que ser perfeitinha e o cara um idiota machista que faz suas escolhas sem se importar se está ou nao magoando alguém! E o problema é que os adolescentes acreditam em toda porcaria que lêem...

nivea disse...

revista feminina no geral é bem uó! cagação de regra descabidas com um verniz de modernidade. Só bobas leem revistas femininas.

Anônimo disse...

Adolescência é foda, a autoestima é muito frágil e acho que uma revista dessa,que já era machista no meu tempo, já deveria ter acabado.
A mulher vista para agradar o homem é coisa da revista Claúdia de 1920 que tinha reportagens como:
* como agradar seu marido
* como ser uma boa esposa
E daí a gente olha uma revista em 2013 e é a mesma PORRA, vsf né

Magda disse...

Nessa matéria a menina relata que foi ESTUPRADA e os babacas fazem o seguinte comentário: "Na semana passada, vocês leram o relato da primeira vez da K. Hoje a história é mais tensa. Com a C., a primeira vez passou longe de ser um conto de fadas. Mas, por sorte, todo o romantismo foi recuperado na segunda vez."

http://capricho.abril.com.br/blogs/sexo/fiquei-com-vergonha-de-dizer-nao/

Candi disse...

Ale, do alto dos meus ricos 32 aninhos não tenho vergonha em dizer que esses tempos fui fazer um limpa nas minhas coisas na casa da mamis, e dei de cara com as minhas Caprichos do tempo da minha adolescência, e sim, parei o que estava fazendo e comecei a ler! Aquela era uma época em que a revista tinha conteúdo que prestasse, de caráter maduro e bem interessantes. Infelizmente, eu acompanhei a fase em que a revista foi ficando fútil, e eu que a comprava religiosamente, fui perdendo a vontade de fazê-lo...
Saudade da Capricho das antigas, porque as que eu vejo hoje no super chega a dar nojinho!

Anônimo disse...

Graças a Deus eu evoluí! Aos 9 anos lia Capricho, aos 14 lia Vogue, agora leio Le Monde Diplomatique Brasil.

Mariel disse...

Não tenho paciência com nenhuma revista feminina. Muita futilidade.

Anônimo disse...

Le Monde Diplomatique Brasil

uhuahuahuahuahauhauhauhauahuahuah

é cada uma

Anônimo disse...

Nao se pode considerar ninguem que chama o Facebook de "Face".O tanto que essas meninas acreditam nessa revista,eh demais!!

Azaléia Hanks disse...

A suicida do video foi escarrada em pleno século 21 só porque mostrou as tetas? No blog de mulher pelada tem nu frontal ginecológico de amadoras que mal completaram 18 anos; no Brasil o povo ñ faz esse melodrama todo! af

BOQUIABERTA!!!!! disse...

Uma amiga minha fez a assinatura dessa citada revista pra filha de 13 anos e se arrependeu! Saca só: " tenho 14(CATORZE) anos e só transo com meu namorado no escuro"! Conselho da revisa pra demenor:"se descontraia, mona"! Uma pessoa de 14 nem tem o corpo formado pra isso, gente!!!

Anônimo disse...

Que horror!O errado não é as meninas de 12 a 18 anos namorarem ( a não ser que não engravidem ou não seja nada muito sério para a idade delas. Se for um abraço um beijo e essas coisas "leves",o.k. Mas que ELAS mesmas e a outra queiram,tenham AUTORIZAÇÃO e MATURIDADE, não por PRESSÃO IDIOTA!) e usarem maquiagem, se tiverem controle e autorização dos PAIS. O errado É UMA REVISTA DIRECIONADA à ELAS ficar PRESSIONANDO PARA QUE ELAS FAÇAM ISSO SEM QUE ELAS QUISEREM PARA AGRADAR OS GAROTOS! O mundo dá voltas, as informações chegam cada vez mais rápido às pré-adolescentes e adolescentes, mas o importante é que os pais tenham controle dessas informações e que conversem com elas sobre isso, até porque estudamos a reprodução humana na escola. Os pais devem ver o conteúdo da revista, pra ver se ele auxilia mesmo a filha. Tá bom que tem umas dicas de moda e testes legaizinhos. MAS UMA MATÉRIA MACHISTA, EU HEIN! SE EU TIVESSE FILHAS EU NÃO DEIXARIA ELAS TOCAREM NISSO!

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

Vem comemorar a semana do Dia Internacional da Mulher
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size Cuecas
Frete Grátis
Dia internacional da mulher
Aproveite
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00. 
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:  

Preços e condições válidas somente para este e-mail, em compras na loja online da Duloren.
Promoção válida até 08/03/2017.As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.