RSSTwitter

quinta-feira, 5 de setembro de 2013


Compras coletivas

Há algum tempo eu já havia decidido que nunca mais entraria nessa furada de "compra coletiva". Acontece que sempre quando chega de manhã algum e-mail do Groupon, Peixe Urbano, entre outros, a moça aqui teima em dar uma olhadinha nas ofertas do dia, afinal tem alguns lugares tão legais, que a gente quer conhecer mas nunca dá no jeito, e sempre é uma boa oportunidade... Melhor ainda pagando mais barato, né!? 

Foi numa dessas manhãs que vi uma oferta "imperdível" de um salão novo que abriu aqui na minha cidade, um "mini spa de unhas", que vendia "a unha perfeita feita com esmalte importado, num ambiente descontraído, com direito à espumante enquanto o serviço é feito." Não deu outra: comprei uma oferta pra mim e outra pra mamis! Fiquei doida pra testar, mas a oferta só é liberada após alguns dias, e a verdade é que depois disso me esqueci que tinha comprado! Por sorte me lembrei a tempo, mais especificamente 1 semana antes de acabar o prazo! Liguei para o tal salão e a atendente foi um pouco ríspida, achei meio difícil marcar, mas tudo bem, devia ser uma funcionária mal paga. Marquei meu horário junto com a minha mãe, pé e mão para as duas, ela uma hora antes de mim. 


Chegando o dia, ela chegou no estabelecimento e foi mal atendida, ouvindo piadinhas a respeito de "pessoas que compram esses pacotes e na última semana querem fazer tudo que têm direito", da dona reclamando que estava "com a agenda cheia e que não precisava de mais clientes vindos de compras coletivas", e por aí vai, como se ela não estivesse presente. Poderia passar horas falando do ocorrido, mas vou pular. Aí cheguei eu, e posso dizer, nunca recebi um tratamento tão ruim na minha vida! A começar pelo fato de que nem fui atendida, não pude fazer nem pé, nem mão, pois cheguei com 5 minutos de atraso! Eu não pude nem me sentar na cadeira, que dirá beber meu espumante, rs. Descobri que a tal atendente emburrada era a dona, muito mal educada, que se sentia tão melhor que as clientes que se achava no direito de fazer elas se sentirem um lixo! Sim, foi assim que me senti, e fui embora, sem nem mandar aquela "senhoura" à merda (porque sou educada, tá?! rs), mas me sentindo um nada.

Agora pensa comigo, a pessoa gasta uma nota pra colocar seu estabelecimento no "Groupon" da vida, paga para as pessoas usarem seu produto ou serviço (sim, porque o que a gente paga mal cobre os custos) e depois trata as pessoas mal? Pagar pra ter uma propaganda negativa dessa, pois certamente eu nunca mais voltarei, e ainda repassarei essa informação para o maior número de pessoas possível, é muita burrice, né!?!

Eu nem ia comentar isso por aqui, mas depois de ver esse vídeo hoje de manhã, não pude evitar... 


:P


Vídeo: Porta dos Fundos 



Quem nunca entrou numa compra coletiva furada que atire o primeiro "peixe"... 

14 comentários: