RSSTwitter

quinta-feira, 31 de outubro de 2013


Tutorial - Lichtenstein Pop Art Inspired MakeUp

Sei que muitas de vocês não estão nem um pouco preocupadas com as festas de Halloween. O motivo disso? É que já parecem mesmo uma bruxa o ano inteiro. Então nem precisam de colocar nada na face para se tornarem ainda mais assustadoras... toma cá uma vassoura e voem já pra varrer o salão, suas Neides! rsrsrsrsrs

 
Mas bem, só sei que existem outras meninas que tiveram o azar de nascerem lindas AND maravilhosas, tendo um big problem por esses dias de festejos "bruxísticos". E para ajudá-las a fazer bonito, convoquei minha amiga e maga dos pincéis, Loraine Igreja, para fazer um tutorial de uma de suas maravilhosas makes artísticas!

 

Aliás, essa make é uma das que mais amo da Loraine, pretendendo um dia ainda reproduzi-la nesse meu rostinho lindo.


O trabalho tem inspiração na babadeira pop art de Roy Lichtenstein, pintor famoso por imprimir em seus quadros os traços das histórias em quadrinhos. Catem o vídeo abaixo e aprendam como fazê-la.

Fotos e Vídeo: Loraine Igreja


 

Uma danada e meia essa Loraine, hein? Sigam-na no Instagram, Twitter, Facebook e Blog para conhecer mais do seu maravilhoso trabalho.


Músculos Falsos

Desde que o mundo é mundo que as pessoas usam de artifícios para preencher algo que a natureza resolveu não presentear em seus corpos. Então, é um tal das mulheres usando "sutião" de bojo pra levantar as "peitas" caídas, das monas usando Pirelli pra fazer os quadris e até mesmo a queen Beyonça se jogando no Bundex pra ficar com a cuzarina digna de tanajura, né verdade? 

Mas e os boys, tadinhos? Esses tem que sofrer na academia para ficar com bração, peitão, etc., não tendo outra opção... oh, wait... Tem uma opção, sim senhor, esse menino!!!!!! Cata só esse babado que vem a ser Funkybod, uma roupa que deixa os raquíticos tão malhados quanto qualquer gogo boyola de buátchy das guêis passivas, meu abôr!!!!!




Fotos e vídeos: Reprodução



Depois disso nunca mais reclamarei de quem tira a camisa na balada...


Look de Quinta

Alguns meninos acham que entendem de moda e acabam saindo fantasiados, na ânsia de causar, pagando horrores de micos, crentes que estão abafando no estilo, né verdade? 

Em tempos de semana de moda brasileira então, a coisa piora e vira um homérico King Kong em nosso país tropical! Tanto é que somos obrigados a nos deparar com imagens como essas...

Fotos: Reprodução/IG



Tudo errado, CUléga Serginho Orgastic! Desde a make chinelada ao assombroso look de puta barata, que te deixou com um tremendo bucho de vermes e destacou as marcas de perebas nas pernas, minha ave do paraíso das penosas! Lembre-se sempre que "menas" é mais, fio!


Biscoiteira, a mais sexy do mundo? Aham...

A insossa da Paolla Oliveira pode ser tudo que é uó nessa life mas, definitivamente, feia a racha não é mesmo! Porém ser eleita "a mais sexy do mundo" pelos leitores da revista VIP? Senta lá...

Foto: Reprodução



Posto comprado sim ou tu ainda acredita que brigadeiros e coxinhas não engordam, fia?

quarta-feira, 30 de outubro de 2013


Estrelinha

Vou fazer o quê, se me derreto toda ao ver uma menininha de 9 anos fazendo isso?!


Vídeo: You Tube 


Me julguem.

terça-feira, 29 de outubro de 2013


Fofura do dia

Sabe quando uma música te emociona pra valer? Pois é...


  Vídeo: You Tube 


Ownnnnn... ♥

Ache o erro

Encontre o erro na camiseta da Marisa…
 



Não achou nada de errado? Então quem sabe com a ajuda do Google Tradutor…


Imagens: Reprodução 


A falta que um P não faz, ein?

Divas POP nas bancas

A guerra entre as musas da música POP anda acirrada ultimamente, onde ganha quem aparecer mais, independente da bizarrice. E duas das mais famosas nesse quesito estão estampadas em capas de publicações de dezembro.

Lady Gaga vem fazendo a irmã gêmea AND lôra frisada de Fernanda Paes Leme na capa da Glamour


E Rihanna faz a Medusa na capa da GQ britânica
Fotos: Reprodução



Independente de meu gosto pessoal, pois o mundo sabe que não vou muito com as fuças da Gaganás, gostei bastante da capa dela, com esse estilo mais natural, mostrando que a nariguda consegue ficar bem bonitinha quando quer. Mas, of course, apesar de propostas diferentes, ela não consegue vencer esse tombo que está a capa de RiRi com as cobras, né? Adoroooooooooooooooooooooo uma picadura das venenosas...

segunda-feira, 28 de outubro de 2013


Do What U Want

Sonzinho bom do dia...

  Vídeo: You Tube 


Ouvindo sem moderação... Bom dia!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013


A primeira depilação a gente nunca esquece

Ah, como é bom dar um trato na periquita! Deixar a virilha lisinha, sem aquele aspecto “mata vigem intocada” parece que te deixa até mais leve! Mas quão constrangedora pode ser a primeira ida na depiladora? Sem falar na dor desumana que é impossível até de explicar? Não é fácil ser mulher…





Relatos da Primeira Depilação

"Tenta sim. Vai ficar lindo." 

Foi assim que decidi, por livre e espontânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha. Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve. 

Mas  acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa. Eu imaginava que ia doer,  porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria. Mas não esperava  que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética. 

- Oi, queria marcar depilação com a Penélope.
 
- Vai depilar o quê?
 
- Virilha.
 
- Normal ou cavada?
 

Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.
 
- Cavada mesmo.
 
- Amanhã, às... Deixa eu ver...13h?
 
- Ok. Marcado.
 
Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia lá o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui.
 
Assim que cheguei, Penélope estava esperando. Moça alta, mulata, bonitona.
 
Oba, vou ficar que nem ela, legal. Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado.
 
Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor. De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas.
 
Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.
 
- Querida, pode deitar.
 
Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca.
 
Mas a Penélope mal olhou pra mim. Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os aparelhos de tortura. Vi coisas estranhas.
 
Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça. Meu Deus, era O Albergue mesmo. De repente ela vem com um barbante na mão. Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.
 
- Quer bem cavada?
 
- É... é, isso.
 
Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.
 
- Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
 
- Ah, sim, claro.
 
Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei. De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).
 
- Pode abrir as pernas.
 
- Assim?
 
- Não, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
 
- Arreganhada, né?
 
Ela riu. Que situação. E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem. 
Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.
 
Foi rápido e fatal. Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca. Não tive coragem de olhar.
 
Achei que havia sangue jorrando até o teto. Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu. Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural.
 
Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa. Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.
 
- Tudo ótimo. E você?
 
Ela riu de novo como quem pensa "que garota estranha". Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes. O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope.
 
Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer.
 
Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.
 
- Quer que tire dos lábios?
 
- Não, eu quero só virilha, bigode não.
 
- Não, querida, os lábios dela aqui ó.
 
Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia. Mas topei. Quem está na maca tem que se fuder mesmo.
 
- Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.
 
Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.
 
- Olha, tá ficando linda essa depilação.
 
- Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.
 
Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas. Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo. "Me leva daqui, Deus, me teletransporta".
 
Só voltei à terra quando entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.
 
- Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
 
- Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.
 
Estava enganada. Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida. E quis matá-la.
 
Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.
 
- Vamos ficar de lado agora?
 
- Hein?
 
- Deitar de lado pra fazer a parte cavada.
 
Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.
 
- Segura sua bunda aqui?
 
- Hein?
 
- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.
 
Tive vontade de chorar. Eu não podia ver o que Pê via. Mas ela estava De cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista. Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la. Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:
 
- Tudo bem, Pê?
 
- Sim... sonhei de novo com o cú de uma cliente.
 
Mas de repente fui novamente trazida para a realidade. Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks. Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação. Sei que ela deve ver mil cús por dia. Aliás, isso até alivia minha situação. Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá? Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera.
 
Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali. 
Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais. Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo.
 
Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.
 
- Vira agora do outro lado.
 
Porra.. por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha. E então, piora. A broaca da salinha do lado novamente abre a cortina.
 
- Penélope, empresta um chumaço de algodão?
 
Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais, vergonha demais. Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem?
 
Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.
 
- Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
 
- Máquina de quê?!
 
- Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
 
- Dói?
 
- Dói nada.
 
- Tá, passa essa merda...
 
- Baixa a calcinha, por favor.
 
Foram dois segundos de choque extremo. Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho? Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da perereca ao cu. O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.
 
- Prontinha. Posso passar um talco?
 
- Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
 
- Tá linda! Pode namorar muito agora.
 
Namorar...namorar. .. eu estava com sede de vingança. Admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso. 

Mas doía e incomodava demais.
 
Queria matar minhas amigas. Queria virar feminista, morrer peluda,  protestar contra isso.
 
Queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.

Mas eu ainda estou na luta...

VALERIA SEMERARO (via O Caramelo)



Quem nunca??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013


Mais uma história de superação

E você aí reclamando da vida... Acorda menina!!!!


Vídeo: You Tube


E ainda tem gente que não acredita em anjos...

terça-feira, 22 de outubro de 2013


Um truque de mágica incrível

Fiquei mais do que "passé" com o truque de mágica do Criss Angel!! Catem só o babado e tentem me explicar como foi que essa "miséra" fez isso, por favor!

Vídeo: Youtube

segunda-feira, 21 de outubro de 2013


WTF?!?!?!

Aqui jaz uma música boa...



Vídeo: You Tube



Cara, que merda. Parabéns!

Superação

Nada como um belo exemplo de superação para nos motivar a seguir em frente com ânimo e disposição nessa primeira segunda-feira com horário de verão...

  Vídeo: You Tube



 Bom dia! ;)

quinta-feira, 17 de outubro de 2013


O Rei da Cachaça

Ai, amei o tio Toni, por isso tive que dividir a história dele com vocês! E eu pensando que o maior cachaceiro do mundo fosse o Ale...


  Vídeo: You Tube 


"Quem tem dinheiro compra dois e manda emendar!" 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, MESTRE!!!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013


Botox Traiçoeiro

O Ministério da Saúde adverte: se "botocar", não espirre! 


  Vídeo: You Tube


Poderia ser muito pior, tem umas aí que tão quase fazendo xixi pelos óio...

sábado, 12 de outubro de 2013


Feliz Aniversário Ale!!!

E hoje é o dia do nosso meninão mais pimpão, aquele que alegra nossos dias com seu humor único… O amigo que é parceiro em todas as horas, mas tá sempre pronto pra te dar aquele baile com seu jeitinho único de ser! Sim, hoje é aniversário do Alessandro Araújo, o lindo rei do Pimenta!!!!



Foto: reprodução



Parabéns Ale, muito amor pra você!!! ♥ ♥ ♥

sexta-feira, 11 de outubro de 2013


É sustentável, mas é horrível!

O que dizer dessas criações ecologicamente corretas? Vamos falar a verdade??? Desculpa aí, mas tem um motivo pra matéria prima ser chamada de lixo: é sustentável mas... É HORRÍVEL!!!








Porque de boas intenções o inferno tá cheio...:P
As melhores peças com os menores preços para você.
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size OQNV
Frete Grátis
Meu guia de lingeries
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00.
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete.
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:
Preços e condições válidas para a loja online da Duloren. As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Caso haja diferença nos preços entre este e-mail e a loja online da Duloren, a condição válida e praticada será a da loja online. Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.