RSSTwitter

sexta-feira, 7 de março de 2014


A Guerra pela ótica infantil

A gente reclama muito do nosso país sem pensar que somos nós mesmos que findamos por deixá-lo na merda que se encontra, já que o Brasil tem tudo para dar certo e, por mais que digam que tentem, estamos cada vez mais chafurdando na bosta com a roubalheira, a criminalidade, o preconceito, a  violência que não se faz necessária, pois aqui não sofremos com problemas como desastres naturais ou até mesmo a guerra, no sentido literal da palavra, como em tantos outros países. 

Mas porque será que insistimos em continuar a agir dessa forma idiota? Não sei. Só sei que fico bem feliz ao não ter que fugir de bombas, mesmo sendo consciente do absurdo de nossas balas perdidas...


Vídeo: Youtube/Save the Children




O chocante e triste vídeo acima faz parte da campanha de sensibilização da instituição britânica “Save the Children”, mostrando a triste realidade dos três anos de guerra civil na Síria pela ótica de uma garotinha, já que nesse período mais de 11 mil crianças sírias foram mortas e mais de um milhão se transformaram em refugiados. Isso por motivo torpe, pois nada consegue justificar uma guerra. 

O que nos faz refletir a porra do mundo existente ao nosso redor. Mundo esse que tem ficado cada vez pior, infelizmente, por culpa nossa mesmo...

4 comentários:

Davina disse...

triste :(

Anônimo disse...

Realmente muito triste!
No Brasil em especial, falta muita coisa. Falta educação, falta um bom sistema de saúde, falta segurança, falta Deus no coração de muita gente...
Se cada um fizesse a sua parte, talvez melhorasse um pouco, mas está difícil.
Assim como eu, o sonho da maioria das mulheres, é ser mãe. Mas me pego pensando às vezes, em que mundo deixarei os meus filhos?
É desanimador! :(

Glória disse...

Eu acho que devemos pensar também que tipo de filhos/filhas deixaremos para o mundo.

Anônimo disse...

Sempre gostei um montão desse blog, acompanho diariamente, ainda gosto muito, mas tenho notado que sempre, em todos os posts, tem que haver um palavrão, ou uma frase ou colocação com duplo sentido quando o post é do Alessandro...
Não que deva ser algo certinho sem esse tipo de coisa que faz parte do nosso dia-a-dia, mas exageradamente??
E uma dúvida??? Cadê as outras pimentas??? Não publicam mais frequentemente....

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

Moda com preços incríveis você encontra aqui!
Moda com preços incríveis você encontra aqui!

Não quer mais receber nossos e-mails? Cancele aqui
Não consegue visualizar o e-mail? Acesse este link

Adicione conteconosco@posthaus.com.br aos contatos
 
 
Até 5x sem juros Troca e Devolução Grátis Atendimento 47 3331-6666 | 11 4062-5476
Posthaus
Feminino Plus Size Infantil Calçados Masculino Lançamentos Promoções
Vestidos Blusas Macacões Saias Camisas Calças Marcas
 

Estas ofertas são válidas até 09/02/2017 ou enquanto durarem os estoques.
Frete Grátis (Entrega Normal) nas compras acima de R$ 199,99 para as regiões Sul e Sudeste do Brasil.
Parcele as suas compras em até 5x sem juros. A parcela mínima é de R$ 29,90.
Caso haja divergência de preço ou descrição do produto entre este e-mail e o site, a condição válida a ser praticada será a do site.

Você recebeu esta mensagem porque se cadastrou na nossa loja e optou por receber e-mails promocionais.
Respeitamos a sua privacidade e caso não queira mais receber nossos e-mails
acesse aqui.
Sentiremos a sua falta :(                                                       Veja a política de privacidade do Posthaus.com

Central de atendimento disponível de segunda à sexta-feira das 8h às 20h, e sábado das 9h às 18h.
Quer falar com a gente?
conteconosco@posthaus.com.br ou 47 3331-6666 | 11 4062-5476
Endereço: Rua 7 de Setembro, 1069, 1º andar - Sala 10A - Centro - 89010-207 - Blumenau - SC - Brasil

Não consegue ver a imagem? Clique aqui.