RSSTwitter

segunda-feira, 10 de março de 2014


Dica Literária: "House of Night"

Os adjetivos acima servem para definir bem a minha persona quando o assunto vem ser a série de livros "House of Night", pois não sei se vocês notaram que faz um bom tempo que não resenho livros aqui no Pimenta e o motivo é simplesmente porque não tenho lido outra coisa que não sejam esses benditos livros!!!!


É que a temática "vampiros" sempre me atraiu com suas figuras belas e sensuais, ornando o terror de forma ultra sexy, porque fala sério, quem nunca quis levar uma boa chupada no pescoço de um desses sedutores seres? Eu mesmo já! E não foi uma vez só não! Já quis levar uma chupadinha bem gostosa do Lestat de Tom Cruise, do Louis de Brad Pitt, do Armand de Antonio Banderas, do Drácula do Gary Oldman, do Jerry Dandrige de Chris Sarandon, do Bill de Stephen Moyer, do Eric de Alexander Skarsgård, do Drácula de Gerard Butler e etc. and etc. Só nunca quis levar sequer uma lambidinha mesmo foi dos anêmicos, assexuados  e mal maquiados/penteados vampiros da "Saga Crepúsculo", porque aí seria muito desperdício do meu precioso pescocinho, faz favor!
O início da minha paixão pela saga de Zoey Redbird, a mocinha que é marcada pela deusa Nyx para virar uma vampira poderosa e lutar contra forças malignas existentes, principalmente contra a perigosíssima e bela Neferet, uma professora da tal “House of Night” (“Morada da Noite” em português) que também vem a ser uma alto-sacerdotisa de Nyx, abençoada com poderes de cura, uma afinidade por gatos, e ótima intuição para ler mentes, foi meio que por acaso. Sabem aquelas promoções que tem no site Submarino onde você compra 5 livros e cada um sai por 9,90 Dilmas? Pois bem, peguei o primeiro e o segundo volume da série nessa leva promocional, só que me enganei achando que seria uma trilogia e foi aí que me lasquei todo! Já que até agora comprei os 10 livros, faltando mais dois para serem lançados para o final da história, e tendo uma série de spin-off com alguns dos mais interessantes personagens!!!!!!!! SOCORRO!!!!

O que me apaixonou pela série não foi sua protagonista, como geralmente acontece. Pelo contrário, acho a Zoey bem chatinha, melosa e indecisa na vida. Mas a série compensa isso com outros personagens bem legais. Sendo os meus prediletos a ardilosa Neferet, of course, que só consigo imaginar que ela seja a cara esculpida da Angelina Jolie! Acaso a série vá para os cinemas esse papel tem que ser oferecido a ela, gente! A melhor amiga de Zoey, a caipira Stevie Rae Johnson, também é um personagem que adoro, pois não faz aquela linha boazinha cabulosa como a mocinha principal. Principalmente, porque sua trajetória transita entre o lado escuro da vida... E não posso falar mais sobre pra não dar spoilers, mas só digo que o romance dela com um certo mocinho é o que mais torço nessa história! Já a popular patricinha Aphrodite, que poderia ser irmã gêmea de regina George de “Meninas Malvadas”, é daquelas que a gente já sonha em ser igual de tão abusada e diva que ela é! Rsrsrsrs

No quesito machos, na série de livros só tem homem muito gato e gostoso, por favor! Só de ler você acaba ficando toda “gagada” com a descrição de cada um, em especial o anjo-demônio Kalona. Bofe mega do mal, mas super sexy e que só anda sem camisa, deixando o mulherio em polvorosa com seu corpitcho magia! Magia negra, mas magia, e isso que importa... Já o restante dos meninos, a safada da Zoey passa o rodo em praticamente todos! Que ela pode até ser chatinha, mas de besta a sua xana não tem é nada... 
 

Enfim, “House of Night” é literatura juvenil sim! Mas acerta ao não mostrar seus personagens como seres virgens, puros e intocados como, por exemplo, na “Saga Crepúsculo” ou em “Harry Potter”. Aqui eles fazem sexo (ou ficam pensando em fazer), os bons às vezes, tem atitudes péssimas, assim como o contrário também acontece, e eles sofrem, traem e morrem, pois imortal só na música da Sandy, né, meu bem? Então, se esse for o tipo de livro que você curte, te aconselho a se jogar pra já! Porque eu já estou aqui mais do que ansioso para o lançamento nacional do próximo volume, “Revelada”, que deve acontecer no final desse mês de março.

P.S.: Como os livros são muitos e a riqueza ainda não baixou na minha conta bancária, o que fiz foi procurar por promoções com fretes gratuitos nos sites da Saraiva, Americanas ou Submarino, ou comprar pelo Mercado Livre a preço de banana, mesmo que já usados, pois consegui encontrá-los em um ótimo estado de conservação.

10 comentários: