RSSTwitter

terça-feira, 15 de abril de 2014


Celebrare!

Tem coisa melhor do que se reunir com os amigos, seja em comemorações ou simplesmente pra jogar conversa fora? Melhor ainda se a gente sentir que a pessoa preparou tudo com todo carinho pra gente, né?! Eu, que adoro receber,  sempre me preocupo em receber com um algo a mais, sabe como? Tá certo que nem todo mundo repara ou dá valor pra isso mas… Eu dou! E gosto de preparar tudo com muito carinho…




As festas das minhas filhotas então, são sempre um “acontecimento” aqui em casa. As meninas adoram participar de tudo, escolhem temas e lembranças comigo, e passam praticamente o ano todo pensando em como será a próxima festinha. Por muitos anos as festas de aniversário foram feitas em buffets e casa de festas infantis, mas agora que elas estão maiores o foco mudou, e o que mais elas querem é fazer uma festa aqui em casa mesmo, a mais pedida no momento é festa do pijama ou spa, rs…





Mas sabe que eu curto?! Passo dias e dias buscando inspiração em algum blog tipo DIY (adoro o da Katia Bonfadini) no Pinterest ou no Instagram de alguma especialista no assunto (Conhece a Ju Françozo? É só a melhor!!!), e acho que uma festinha assim, no melhor estilo “faça você mesmo” (esmo que não seja) é uma delícia justamente por lembrar as festas do passado! Sim, aquelas festas que nossas mães, tias e avós preparavam tudo com muito carinho pra gente, com bolos feitos em casa, brigadeiros enrolados durante a noite, balões cheios no pulmão mesmo... Tinha como ser melhor?





Lá se vão 11 anos desde a primeira festinha de criança que preparei pras filhotas, e nesses anos todos eu fui criando um acervo de inutilidades "muito úteis" invejável! Sim, porque a gente vai vendo as torres de cupcakes, boleiras com tampa, cascatas de chocolate e vai querendo ter tudo isso na própria festa. Os meus objetos-desejo da vez são as suqueiras de vidro com torneira, super fofas e também mega práticas, e já encomendei as minhas pra próxima festinha…



Imagens: Reprodução


Também já estou à procura de garrafinhas, canudinhos de papel, saquinhos para lembrancinhas, e mais alguns outros detalhes pra personalizar a próxima festa da Gi. O bacana é que com a facilidade da internet é muito mais fácil encontrar artigos para decoração… Só é preciso ter uma ideia, colocar no buscador, e lá estão várias opções de todos os preços, modelos e cores. Foi assim que encontrei minhas suqueiras! ;)

21 comentários:

Crewza Pobre disse...

de gente rica!

Kaira disse...

Não senhora!
Com boas ideias dá pra fazer uma festa bem legal com coisas que se tem em casa! Já estão na minha "pasta de ideias" uma "pinhata" de doces feita em casa, potes pintados com esmalte de unha (e ficam lindos, acredite!) e pratos de 2 andares feitos de discos de vinil velhos, dentre outras cositas! ;)
Bj!!!

Anônimo disse...

Kaira Bom Dia! Que Linda sua festa! acho otimo suas dicas! estava buscando algo assim!

Kaira disse...

Bom dia! ;) :*

Geórgena disse...

Adorei, Kaira. Faça mais posts assim!!!

Anônimo disse...

Muito bom gosto Kaira. Já fiz coisas bem legais sem muita grana, o negócio é ter bom gosto e boa vontade. Pena que meu filho virou adolescente e se eu fizer algo muito frufru, ele me mata. Tem que ser aquela decoração discreta.

Kaira disse...

Ah, mas sem frufru tbm é legal!
Acabei postando assim pois o foco era festinha de criança, mas vou postar umas pra festas mais jovens/adultas. ;)
Bj!!!

Kaira disse...

Oi Geórgena!
Vou postar! (E suas festas são um arraso!!!) ;)
Bjs!!!

Anônimo disse...

Obrigada Kaira, vou aguardar ansiosamente pelas idéias p festinhas p jovens.(não consigo comentar com identificação, sou o anônimo das 10:37)

Anônimo disse...

quanto desperdício de tempo e dinheiro.

se eu tivesse um filho, ensinaria a ele desde cedo que é bem melhor pegar essa grana toda e fazer uma viagem bem legal, para algum lugar novo e e interessante. As lembranças duram pelo resto da vida, assim como os aprendizados. Já com a festa, além do tempo e do dinheiro, ainda tem o estresse. 90% das pessoas que dão festas se estressam mais que se divertem.

E os presentes que os guris ganham são todos caros, praticamente descartáveis e inúteis. E todos de plástico, bem poluentes.

tô fuera.

Alessandro disse...

Tá explicado a amargura de algumas pessoas: não tiveram festas e nem presentes quando criança... rsrsrsrs

Anônimo disse...

Amei o post...sonho com minha casinha para realizar minhas próprias festas....também adoro o site da katia do coisasdabonfa!!

disse...

Comentário típico de quem não deve ter filhos!
A maioria das crianças gosta e quer uma festa. Eu particularmente sou super contra fazer em buffet, acho caríssimo, uma grana muito alta pra poucas horas, e até concordo q é tanta grana q realmente dá pra viajar, fazer programas divertidos.
Nunca fiz em buffet, nunca tive coragem de gastar esse dinheiro. Mas meus filhos tiveram festas em casa ou na escola. O primeiro ano de vida deles, fiz festa, fui atrás de tudo, fiz no salão do prédio. Os outros anos eu fiz na escolinha deles, mas tbm fui atrás de tudo, lembrancinhas, enfeites, lógico q eu não tenho o capricho q as manhas da Kaira. hahahaha
Mas pra eles vale a intenção, eles gostam pela farra, pelos amiguinhos.
Ano passado meu filho queria muito uma festa de 8 anos em buffet, eu sentei, conversei com ele e disse q seria muito mais bacana uma viagem pta tal X parque, óbvio q ele aceitou a viagem. Mas no dia do aniversário dele mandei vários cupcakes para a escola dele e chamei 3 amiguinhos q ele mais gosta pra passar a tarde aqui em casa.
É muito mais a intenção do ato, podem ter certeza. Eu acho fundamental pq é a vivência, a coisa lúdica de ser criança, fazer farra em casa com os amiguinhos. Depois o povo reclama de tanto mini adultinho, ou crianças desinteressadas por coisas simples.

PatSpinola disse...

Kaira, amei o post!!! E as fotos tbem! Tudo lindo e de muito bom gosto. beijos

Anônimo disse...

todo ano eu viajava. como meus pais não podiam pagar viagem pra disney, era para algum interior mesmo, sempre com atividades em fazendas, cachoeiras, etc.

não sou amarga, sou muito feliz. e tenho opinião diferente de vcs.

enquanto vcs me acham amarga, eu acho vcs escravos do capitalismo, que fazem acreditar que esses simbolismos são o que importam na vida. Um bando de alienados, criando uma geração de gado.

continuo fora!

kkkkkkkkkkk

Kaira disse...

Gente, mas eu viajo, mas isso não impede de eu gostar de dar festas pras minhas filhas, que adoram e esperam ansiosamente por esse momento, sabe por quê? Justamente porque quando criança eu praticamente não tive festa de aniversário! Minha mãe sempre achou bobagem, e eu cresci frustrada quanto a isso, tanto que não gosto de comemorar o meu aniversário até hoje!
E o post focou nas festas de aniversário, mas poderia ser um jantar entre amigos, um brunch no domingo ou até mesmo um piquenique no jardim! Por que não "incrementar"? ;)
Bjs!!!

Kaira disse...

Oi Pat! Que bom que gostou! ;)
Bjs!!!

Kaira disse...

Ale, vc me mataaaa!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... ♥

Leocádia Joana disse...

Nunca tive uma festa de arromba porque minha mãe teve NOVE filhos! Já imaginou comemorar aniversário em grande estilo p/ cada um?

Anônimo disse...

Que lindo Kaira!Suas filhas tem sorte de ter uma mãe como vc!

Bjsss

Lene Colaço disse...

Eu também nunca tive festa, e até hoje tenho dificuldade em comemorar meu aniversário. Se alguém cantar parabéns, eu não sei como agir.

Acho que festa de aniversário estimula a criança a compartilhar. Ela sabe que tudo aquilo é pra ela, mas também para dividir com todas as pessoas que ela gosta.

Acho válido tanto a festa quanto a viagem, ou um bom presente mais caro, cada um no seu tempo.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

Vem comemorar a semana do Dia Internacional da Mulher
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size Cuecas
Frete Grátis
Dia internacional da mulher
Aproveite
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00. 
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:  

Preços e condições válidas somente para este e-mail, em compras na loja online da Duloren.
Promoção válida até 08/03/2017.As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.