RSSTwitter

segunda-feira, 5 de maio de 2014


É de menino que se torce o pepino?

Será que desde criança somos condicionados a pensar que existe na sociedade em que vivemos uma certa supremacia branca? De acordo com os vídeos abaixo, creio que sim, infelizmente. Pois é notório que esses valores errôneos, de que ser branco é melhor do que ser negro, foram os adultos que colocaram na cabeça dos pequenos, né mesmo? Já que é difícil acreditar que alguém já nasça com essa mentalidade...

Vídeo: Youtube 

Vídeo: Youtube 

Vídeo: Youtube 



Engraçado é notar que mesmo as crianças negras, e o que é pior as nossas crianças brasileiras, que não deveriam ter essa visão deturpada, já que somos um país onde a etnia é bastante misturada, predomina o julgamento que ser negro é algo ruim.

8 comentários:

Bruxinha disse...

De chorar... :(

Vanessa disse...

Tão triste assistir isso. Agora que estou grávida, vou tentar fazer, pelo menos que com ela seja diferente!

Anônimo disse...

Gente, corrigindo uma informação. O vídeo brasileiro não pode se considerado pesquisa. E por que não pode ser considerado pesquisa séria? Por que em uma pesquisa as as bonecas deveriam ser iguais. Observem as bonecas dos outros vídeos, elas são iguais, já o brasileiro colocou barbies diferentes, uma com cabelos longos e acessórios diferente do cabelo e dos acessórios da outra boneca. Isso acaba influenciando a resposta dos entrevistados e não gera uma pesquisa confiável. Observem também as perguntas dos outros vídeos, elas são iguais, padronizadas e não induzem a criança a uma resposta.

Existe um vídeo brasileiro antigo com essa mesma metodologia aplicada, mas de forma correta. Acho importante nós divulgarmos esses erros de interpretação de pesquisas que acabam divulgando informações erradas e as pessoas que não tem conhecimento em pesquisa acabam aceitando esses resultados. Não quero dizer que não exista diferença racial no "Brazil", mas essa pesquisa não deveria ser divulgada e sim a mais antiga que usa uma metodologia correta.
Bjocas e espero ter contribuído de alguma forma.

Anônimo disse...

Não acho e nunca acharia o negro inferior, mas acho o cabelo e o nariz/boca feios. Por isso, se fosse criança, escolheria a boneca branca. E eu sou mulata, antes que chovam pedradas! Estou sendo sincera.

castroyara disse...

é muito triste. minha prima de 8 anos é como essas crianças do video. nas brincadeiras de "imitar" personagens da televisão, quer sempre ser a loira, detesta barbies negras e fica irritada se dizer que parece com alguem que seja moreno/negro. Ela é morena, cabelo cacheado e aprende isso em casa. Muito triste ver os pais passando esses valores errados adiante. E como você falou no texto, o pior é ver os próprios negros e morenos, agindo assim.

Anônimo disse...

Isso sem contar os negros ricos e famosos que vivem sofrendo preconceito como os jogadores de futebol, quantos deles sao casados com negras lindas? E quantos quando ficam famosos procuram rapidinho uma modelo loira e de olho claro para casar? Em partes isso também vem muitos deles... infelizmente

Fau disse...

Anônima das 16:03h: apesar de mulata, seu preconceito já está entranhado. Provavelmente pela educação que recebeu. Não é sua culpa.

Chocolícia Brown disse...

Uma vez meu pai comprou 2 bonecas de cores destintas, minha irmão foi logo na loira! Eu chorei almejando aquela; mas depois, pensando bem, a escurinha parecia + comigo e no final das contas ela ficou sendo minha favorita!

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs