RSSTwitter

quinta-feira, 24 de julho de 2014


Dica de Filme: "Secretária"

Como falei no post abaixo, nunca li o tal de “50 Tons de Cinza” por pura falta de interesse mesmo, já que me passaram o recado que até as antigas fotonovelas tinham mais apelo sexual do que esse romance açucarado disfarçado de sacanagem. Tanto é que fez a cabeça do mulherio em peso, justamente, por conta dessa trama sadomasoquista suavizada. Então, pra alguém acostumado com as aventuras de Rocco Siffredi no cinema adulto, ler ou assistir “50 Tons de Cinza” me pareceu um tanto quanto broxante...


E para você, mulher, que também curte algo mais 'safadeenho', porém contendo a desejada suavidade, aconselho a procurar os filmes x-rated das diretoras Aurora Snow, Erika Lust, Tristan Taormino, Petra Joy, Anna Span, entre outras, que conseguem criar tramas de sexo sob uma ótica feminina e sensual, nunca mostrando o ato de forma agressiva e mecânica, fazendo com que seus filmes tenha um enredo com começo, meio e fim, não só aquele “entra e sai” costumeiro das obras do gênero.



Mas se você for dessas que tem “nojinho' ou acha que filmes de sexo explícito venha ser uma indecência tamanha, mesmo que tu faça todo final de semana “ball cat” no ficante da vez em pleno dark room da balada, acho que “Secretária”, filme de 2002, estrelado por James Spader e Maggie Gyllenhaal, que versa sobre o mesmo tema de “50 Tons de Cinza”: a submissão de uma garota para um homem dominador que, coincidências das coincidências, também tem o sobrenome de Grey, pode servir de boa dica para assistir enquanto espera o lançamento do outro. 

Por falar em Grey, eu já desconfio que a autora deve ter roubado se inspirado nesse filme para escrever sua obra, já que o mesmo, pelo trailer da adaptação cinematográfica, parece ser uma mistura desse “Secretária” com “9 ½ Semanas de Amor”, filme de 1986, dirigido por Adrian Lyne e tendo o casal de protagonistas Kim Basinger e Mickey Rourke praticando diversos jogos sexuais.



Na trama de “Secretária”, Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal) volta para a casa de seus pais pronta para recomeçar sua vida, após passar uma temporada no sanatório. Ela então faz um curso de secretária e tenta um emprego com E. Edward Grey (James Spader), que tem um escritório de advocacia. Apesar dela nunca antes ter trabalhado Lee é contratada por Grey, que não dá importância para sua falta de experiência. Inicialmente o trabalho parece bem normal e entediante, pois só digita, arquiva e faz café, mas Lee se esforça para agradar seu chefe e sua mãe, Joan (Lesley Ann Warren), que se mostra ansiosa para a filha ser bem sucedida. Lentamente Lee e Grey embarcam em uma relação mais pessoal atrás de portas e cruzam linhas de conduta da sexualidade humana, um caso de amor no qual os papéis de dominação e total submissão ambos desempenham perfeitamente.



Vídeo: Imagem Filmes

15 comentários:

Jogos Vorazes disse...

Vi esse filme há muito tempo e recomendo, não tanto pela temática sexual, como pela história em si que é bem complexa. Engraçado que aki os papeis se encaixaram perfeitamente como se eles fossem feitos um para o outro. Mas não espere muito romantismo, é um filme bem adulto, onde os personagens são problemáticos até a medula, mas ainda sim conseguem ser doces e o olhar do James Spader consegue ser assustador e excitante ao mesmo tempo, não é atoa q sempre interpreta os tipos mais tarados em diversos filmes.

Anônimo disse...

Só essa cena com a cenoura na boca já achei altamente brochante. To fora. kkkkkkkk

Luciana disse...

Adoro esse filme e amo James Spader.
Ele é super sexy!

Anônimo disse...

Concordo com a Luciana, James Spader é muito sexy!

Anônimo disse...

Tudo ia bem até aparecer a cenoura... :D

Anônimo disse...

Esse filme é muito bom!!Até hj está na minha listinha dos 20 melhores da minha vida!

Lyndoncé Fierce disse...

Nem precisa ser feminista pra odiar essa droga de película!

disse...

Não li e confesso que não tenho a mínima vontade de ler o 50 tons.
Mas filme é demais! E recomendo muito.
A trama é extremamente complexa e tem nuances que nos lembram que nem sempre dá para colocar as pessoas nas prateleiras e caixinhas organizadoras de "fulano é isso", "fulana é assim". E, da forma como o filme é feito, nem mesmo a fronteira dominador/dominada é tão certa.
Adoro. Fora que os dois protagonistas arrasam. Simpatizo com a Maggie Gyllenhaal até hoje por causa desse filme.

disse...

Percebi que o começo do meu texto ficou ligeiramente confuso (culpo o vinho! rsss). O filme que recomendo, obviamente, é o Secretária. É muito, muito bom!

Nayana Alcantara disse...

Aiiii, sou louca para ver esse filme muito antes do bom do 50 Tons de Cinza.

O interesse se deu por ser fã do James Spader, muso mor, o louco do meu coração, pena que nunca consegui achar em locadoras ou baixar.

Alessandro, por gentileza, vc conseguiu assistir como?

Bjos

Alessandro Araújo disse...

Nayana, baixei pelo torrent por aqui: http://thepiratebay.se/torrent/8619901/Secretary.2002.720p.BluRay.x264.anoXmous

Alessandro Araújo disse...

E a legenda aqui: http://legendas.tv/download/08a615cc5f37753a418f63df2c486330/Secretary/Secretary_2002_720p_BluRay_X264_AMIABLE

Mrs Ge disse...

Oi gente boa noite! Acabo de ver este filme no canal GLITZ (infelizmente dublado) e amei. Adoro filme que traz a complexidade de comportamentos, os atores foram ótimos.A cena com a cenoura é bem sacada é uma pitada de comédia. Como eu me obriguei a ler o 50 tons para ver o que tinha de tão fenomenal e que eu achei extremamente massante, aaafff na metade do livro já estava mais do que de saco cheio, concordo com a nossa amiga aqui...o livro parece chupim deste filme, bem no enredo...se pasar de novo vou assistir! Este spader sim faz jus a um "Grey"(nossa)!

Anônimo disse...

Fe, 50 tons de cinza uma trama extremamente complexa???? kkkk tá falando sério? um filme sem enredo, sem história, d uma menina q quis dar pro cara poderoso e esquisito e o mesmo pede por favor, com licença, e assine aqui pra fazer alguma coisa? kkk

miss Alice disse...

Acho q a autora de 50 Tons se baseou em Secretary e Crepúsculo para fazer seus livros.
Li a trilogia de 50 Tons de Cinza, e realmente; são livros com muitos defeitos, q vão desde a repetição de falas e situações, termos estúpidos, cenas de sexo para encher lingüiça, personagens exagerados; praticamente caricatos, estrutura de roteiro muito fechada; onde não tem para onde ir, por não se explorar outros personagens, o "mundo" existe onde Ana está; já q ela é o narrador/personagem. Aquilo q tinha de interessante nos livros foi estragado no filme, apesar de eu ter gostado dos 2 atores; o rapaz nada tem a ver fisicamente com o Grey do livro, e o ator interpreta o personagem mecanicamente.
Mas tem coisas nos livros q gostei, como a relação de Christian com Ana, e a mente problemática e complexa de Grey.
Vi Secretaria e gostei muito, James Spader está de morder a fronha nesse filme, lindo, jovem e sexy, é realmente O Grey, não acho a historia complexa, a relação entre os personagens pode até ser isso.
Os personagens são mesmo problemáticos, Lee ter saído de um sanatório é quase uma piada para a situação q vive depois, ela deve ter vindo do mesmo hospício que Ana(KK).A cena da cenoura é ridícula demais, e a cena de Lee esperando sentada por dias pela ordem do chefinho; é doentia e cruel.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

Vem comemorar a semana do Dia Internacional da Mulher
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size Cuecas
Frete Grátis
Dia internacional da mulher
Aproveite
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00. 
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:  

Preços e condições válidas somente para este e-mail, em compras na loja online da Duloren.
Promoção válida até 08/03/2017.As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.