RSSTwitter

quinta-feira, 14 de agosto de 2014


#fatkini

Vem chegando o verão. O calor no coração. Essa magia colorida. Coisas da vida...

A voz da cantora Marina Lima entoando a canção “Uma Noite e Meia” é, geralmente, o prenúncio da chegada da estação mais esperada do ano no Brasil. Pelos outros, não por mim...

Não que eu seja um daqueles adeptos ferrenhos dos tempo frio. Até porque moro em um local que não tem, exatamente, um inverno propriamente dito. Apenas chuvas intercaladas com um sol de lascar a cachola. Mas o que, realmente, não me apetece com a chegada do verão é essa coisa de todo mundo ter que se jogar na praia ou piscina!

Explicando melhor: a gente vive criticando e falando da ditadura do corpo imposta pela sociedade, mas, mesmo assim, acabamos por ajudar na propagação dessa ideia que todo mundo precisa mostrar um corpo magro, sarado ou qualquer coisa do gênero, quando nos negamos a exibir nossos corpos fora de forma, no sobrepeso, etc., com medo de sermos zoados pelas outras pessoas, não é verdade?

Eu confesso que sou uma dessas pessoas temerosas. Pois moro em uma cidade litorânea, mas entra verão, sai verão, e só me atrevo ir à praia nas minhas férias durante a semana, quando sei que terá pouca gente nas areias. O problema é que tenho um bucho que tenho sofrido para exterminá-lo e, saibam vocês, o meio gay é bem pior e crítico nesse quesito de julgar os corpos alheios. Porque se você não tem uma barriga tanquinho, você é simplesmente gongado e ignorado por todos. Agora imagina minha situação, né? Desfilar de sunga perante essas viadas narcisistas nem pensar!!!!!!!!!!

É por isso que dá vontade até de ser um desencanado hétero ( Mentira! Não dá não!), que tá pouco se lixando de mostrar por aí sua barriga de cerveja e nunca é criticado pelos outros só por conta disso, né verdade? Aliás, tá dando vontade até de ser uma racha, sabia? É que as meninas 'plus size' do hemisfério norte resolveram, nesse verão, mandar a vergonha para 'puta que Paris' e valorizar suas generosas curvas, posando de biquíni para fotos e postando-as nas redes sociais com a hashtag #fatkini

Fotos: Reprodução 




A campanha serve para elevar a autoestima das gordinhas, assim como chamar atenção para que o mercado da moda invista na criação de peças com números maiores. #fatkini
 

28 comentários: