RSSTwitter

terça-feira, 7 de outubro de 2014


Confiar

 *Vocês devem saber que o de cá tá curtindo as férias, né não? Eu avisei em algum post por aí e  se vocês não cataram, só lamento! Então, o babado é que nem sempre ficarei disponível para sentar a bunda em frente ao computador e blogar, por motivos de drinks, praias e boy magya lá fora, kirida!!!! 

Portanto, enquanto minhas férias durar vai ter dias que vai ter postagens diversas, de acordo com meu humor, pois poderei ficar puto por algum motivo. Hoje, por exemplo, não tive como colocar meu fio dental e ficar balançando a bunda para os tubarões, já que teve muita chuva! Mas também não fui obrigado de nada, disponha, a ficar em casa chocando ovo, visse? Não sou penosa, meu amor!!!! Bem, o "culete" é que quando me sentir assim desmotivado para escrever, irei catar algum post interessante, e mais velho que a Susana Vieira, para dar um "up", sendo o primeiro uma dica de filme e reflexão, já que o assunto é babadeiro! Beijas e amanhã acho que posto!!!!!!!!


Quando somos adolescentes quase sempre temos essa visão distorcida de que tudo podemos e de que tudo devemos, esquecendo que ainda existe muito de inocência infantil em nossas mentes. Mas o que importa? Afinal, queremos ser sempre os mais admirados da turma, os mais avançados, os que conseguem ter mais experiências antes de todo mundo, etc.


O caso é que semana passada fiquei deveras surpreso com uma notícia que havia um vídeo circulando na net onde se falava que uma guria de 15 anos foi filmada fazendo uma orgia com 17 garotos???!!!!???? Não tive vontade de ver o vídeo e nem sei se o mesmo é real, mas o que questiono é, o que vem a ser esse tipo de coisa no mundo em que estamos vivemos? Sei que nessa fase a gente apronta muito, mas o que tem aparecido como algo corriqueiro na atualidade é que o requisito necessário é ser alguém bem vagabundo para ser considerado popular e de valor entre os jovens.


Não! Não estou querendo ser o tio puritano que, claro e evidente, isso é algo que nunca fui nessa minha existência. Mas acho que se nessa vida precisamos aprender com nossos erros, também precisamos aprender algum limite. E não vai ser sair por aí fodendo com tudo que se mexe que transformará alguém em cool. Isso não existe e nem nunca haverá de existir. E está aí exemplos famosos pipocando como péssimos exemplos. Você pode até fazer isso, mas faça se acaso lhe der algum prazer, não para se tornar alguém descolado.


E foi lendo essa notícia que lembrei de um filme que assisti chamado "Confiar", onde uma garota de uma família amorosa e ajustada, sendo ela também aparentemente uma pessoa tranquila, tem seu comportamento mudado através de um rapaz que ela conhece através de um bate-papo pela internet.


Através de um roteiro sem fórmula fácil, o filme nos mostra que a educação de um adolescente, se não era fácil antigamente, se tornou hoje em dia algo mais complicado ainda, já que o excesso de informações que o jovem tem acesso, principalmente no ciberespaço, pode fazer com que ele aja de forma totalmente contrária da esperada. Isso independente da educação que os pais tenham lhe dado, pois muitas vezes são eles considerados os culpados pelo jeito de ser de seus filhos, quanto o que eles fizeram foi apenas confiar nos mesmos, já que deve ser difícil imaginar que suas "inocentes" crias sejam os capetinhas que geralmente são, mesmo que eles também tenham sido assim um dia.

Fotos: Reprodução


Esse filme foi proibido nos Estados Unidos e, com certeza, por conta do forte tema da pedofilia, algo que achei odioso, pois parece-me que os falsos pudores do povo americano prefere varrer para debaixo do tapete a realidade social ao invés de tratar do assunto como verdadeiros adultos.


Vídeo: Youtube


CONFIAR

Titulo Original: Trust


País de origem: EUA


Tempo de duração: 106 minutos


Direção: David Schwimmer


Elenco: Clive Owen, Catherine Keener, Liana Liberato, Jason Clarke,Viola Davis, Noah Emmerich


Will (Clive Owen) e Lynn (Catherine Keener) têm três filhos. Enquanto um está prestes a entrar para a faculdade, a filha do meio, Annie (Liana Liberato), começa a apresentar os sintomas comuns das adolescentes que querem se parecer mais velhas e ser aceitas entre seus pares. Publicitário bem sucedido e super envolvido com a profissão, Will procura ter uma relação de confiança com os filhos, mas Annie inicia um relacionamento no computador com um jovem de 16 anos e dá continuidade através do telefone. Sem que seus pais soubessem, ela aceita o convite dele para um encontro, mas a surpresa que ela tem no primeiro momento é só o começo de um pesadelo que marcará para sempre a sua vida e a de sua família.

22 comentários:

Loraine disse...

Eu assisti esse filme há um tempo, nao lembro onde eu vi o trailer e fiquei com curiosidade de ver. É um filme sem cenas explicitas mas que consegue chocar mesmo assim. A maneira com que o homem conversa e convence a menina sobre aquilo e como ela realmente acha que aquilo é correto é chocante pois é, muitas vezes, a realidade. Depois quando ela cai na real também é bem triste... A maneira como uma situação dessas pode destruir uma familia inteira é definitivamente chocante. Mas é um filme que serve de alerta, ainda mais nos tempos de hoje onde o limite é quase escasso.

@fabii__ disse...

Ale eu trabalho exatamente com adolescentes, todos os dias vários! Confesso que é chocante ver meninas de 13 anos com vida sexual ativa, e bem ativa por sinal.. mas é complicado até conversar com eles, porque eles acham que qualquer comentário contrário a atitude que estão tendo é errada (e olha que falo de maneira bem natural.. nem sou agressiva) e que eles estão certos e que já tem capacidade de decidir.. e acham que nunca vão se arrepender!
O assunto é delicado, hj em dia não dá pra confiar só na educação que vc deu em casa, é preciso ter uma família estruturada e sempre digo isso, observe as amizades e as famílias dos amigos.. ajuda mto!!!!!!

Bjuxxx

Drida. disse...

Assisti esse filme mês passado e adorei a atuação do ator Clive Owen como pai. Por ter uma filha fiquei pensando muito sobre os rumos que os adolecentes tomam diante do sexo nos dias de hoje. Confiar e cuidar nao é o suficiente diante de tanta modernidade e banalização sexual. Tarefa dura.

júh doce mel ♥ disse...

Eu assisti esse filme e é um filme realmente muito esclarecedor para pais que tem filhos adolescentes e também para alertar os jovens que existem muitas pessoas de má fé pela internet ótima matéria

Priscila disse...

Gente mas esse filme é lançamento? está no cinema? gostaria muito de assistir

rosahahn disse...

Nossa, fiquei super curiosa.
Obrigada por indicar Ale. bjo

Ro Pirajá disse...

Ale, recomendo esse filme para todas as pessoas que têm cadolescentes em casa. Ele é perfeito e não entendo como os EUA proibiram esse filme de ser exibido...

Bjossssssssssss

Rafaela Kuhnen disse...

http://cadebibi.blogspot.com/2012/03/trust-confiar.html

No site FilmesComLegenda tem pra fazer download http://filmescomlegenda.net/fcl/confir-confiar-trust-2011/

Bjos e obrigada Alessando por esse post perfeito como todos os outros post.
Bom Dia

Amanda disse...

Ale não entendi quando escreveu que ele foi proibido nos EUA...

JG Costa disse...

Esse filme é excelente, a meu ver!

Abraços!

Sara disse...

Fiquei curioso, quero muito ver o filme! Acho que as pessoas estão MUITO confundindo as coisas hoje, e não só adolescentes, pessoas que tomam atitudes não pq aquilo as satisfazem, mas pq poderão ser aceitas...é para se pensar.

Sara disse...

*curiosa

Kiki Blanche - ex vedete disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

meu deus, se tá com preguiça se escrever, simplesmente nao escreve. vai ficar desenterrando post velho agora? até confundiu a cabeça da menina ali, que acha que o filme tá no cinema HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Anônimo disse...

O blog sempre arrasa nas dicas de filmes. Esse é muito bom por sinal, apesar do tema polemico acho q o diretor soube construir uma boa critica sobre a sexualização precoce q os adolescentes sofrem, inclusive com ajuda da mídia (o pai dela é publicitário e ele mesmo consegue perceber essa exploração do lado sexual de garotas bem jovens, da idade da filha dele). Os atores deram um show, principalmente o q interpreta o pai, Clive Owen.

Vanderleav disse...

Ótimas férias para você!

Vivian disse...

Moro aqui nos EUA e assiti esse filme no ano passado, num sabado a tarde(cable TV)sem nenhum problema. Acredito que a informacao sobre a proibicao da exibicao do filme por aqui nao esta correta.

Anônimo disse...

O diretor é o Ross da série Friends????rs
Acho que é e se for,que legal!!!
Seria legal se mostrassem isso nas escolas.Se os pais assistissem c os filhos..é um alerta!!!!

Alessandro Araújo disse...

E o Ross sim!

Lizzy Grant disse...

A película fala sobre pedofilia, foi proibido e vc achou odioso? como assim, blogueiro??

Alessandro Araújo disse...

Querida, o odioso é acerca do povo americano preferir fingir que o problema não existe ao invés de debatê-lo e combatê-lo! Para de palco!

Anônimo disse...

O filme nao foi proibido nos EUA; moro aqui e assisti ano passado, sem problema algum, essa sua informação nao procede.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

As melhores peças com os menores preços para você.
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size OQNV
Frete Grátis
Meu guia de lingeries
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00.
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete.
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:
Preços e condições válidas para a loja online da Duloren. As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Caso haja diferença nos preços entre este e-mail e a loja online da Duloren, a condição válida e praticada será a da loja online. Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.