RSSTwitter

sexta-feira, 7 de novembro de 2014


Tatuagens Minimalistas

A vontade de fazer uma tatuagem em meu corpitcho findou quando a coisa ficou tão popularizada, mais tão popularizada, que comecei a ter vertigens só de catar uma no corpo de algum cafuçú que eu viesse a atender na night...

Porém, pelo que parece constar, tatuar voltou a ser uma boa ideia, já que a new wave é ilustrar uma parte do corpo com desenhos minimalistas, quase invisíveis, como podemos ver nos exemplos do delicado trabalho da ucraniana Stanislava Pinchuk (aka Miso).


Fotos: Reprodução 




Uma fofura, não é mesmo? E o trabalho dela se torna ainda mais fofo quando sabemos que Miso não aceita dinheiro em troca da sua arte, pois ela prefere que os amigos que ela venha a tatuar, paguem com favores, do tipo lhe ensinar alguma habilidade culinária, lhe oferecer um jantar, ou mesmo dar presentinhos como livros, bebidas, etc., já que considera seu ofício de tatuar "muito importante e íntimo para que entre dinheiro no meio”. 
 

5 comentários: