RSSTwitter

segunda-feira, 30 de março de 2015


Um olhar que não muda em nada

Finalzinho dos ano 90 pra comecinho dos ânus 2000, era um must a pessoa ter l'argent na carteira e poder comprar umas boas lentes coloridas para trocar o tom de seus olhos, porque era pinta glittada sair dando close com um olhar 43 todo trabalhado na cor de Tang. 

Eu, por exemplo, achava que ficava com mais beleza de cabra (beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeelíssimo) ainda quando me jogava nas minhas lentes verdes e usei durante muitoooooooooooo tempo! Até que caí na real que não havia nada mais creuzo que nascer com um olho castanho e fingir que era verde, né? Porque beleza não consiste apenas na cor da íris e sim em todo um conjunto, né travestchy? Afinal de contas, que adianta ter um olho azul e nascer com a cara do ex-bbb Serginho Orgastic?



Muda alguma coisa ficar com olhos de um tom diferente?




Não, né mesmo? Antes era uma feia com olhos escuros e agora está uma feia com olhos azuis...



24 comentários: