RSSTwitter

terça-feira, 7 de abril de 2015


Tamanho não é documento

Dos diversos ditados que azamigas guêis espalham PORRAí, existe one que é mais do que correto AND certo: “quem vê neca, não vê ereção”! Já que deveria ser mais que sabido que o que é catado no primeiro instante como diminutivo, pode crescer é MUNCHO, visse?
Isso posto, deem só uma olhada, não para o volume do bofe que está ao seu lado, tá? Mas sim para essa interessante habitação JAPÃONEUZA, que logo quando vi as imagens do exterior da mesma, achei que fosse menor que o loft da minha amiga Neide "Perna de Alicate", lá em Chiado do Rato. Porém, olhando por dentro da tal casa, a coisa mudou totalmente de figura, MININA!

Fotos: Reprodução 

 
Essa curiosa casa está situada em Horinouchi, no Japão, tendo sido projetada pelo arquiteto Kota Mizuishi, ficando a mesma em um terreno de apenas 55.18 metros quadrados! O que parece ser uma bela solução para os problemas habitacionais do mundo, hein?

Já sobre as necas JAPÃONEUZAS nem adianta se alegrar porque vocês não terão surpresa nenhuma assim, pelo que reza a lenda...

4 comentários:

Anna M. disse...

Alê, a metragem desse terreno não está errada ? 594 m2 é terreno pra caramba !
A casa é uma bela surpresa.

Alessandro Araújo disse...

Anna M. tá errado sim! Na verdade são 594 pés! Agora transformei e coloquei lá certinho. Bjos

Kelli disse...

Achei gracinha !!!! Moraria com certeza ,Olha Ale eu tenho uma amiga que fala que a lenda não é de todo verdadeira hahahahah

Anônimo disse...

Mas é do tamanho de vários apartamentos aqui em Sampa. Não surpreende a divisão interna bem aproveitada.

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs