RSSTwitter

terça-feira, 16 de junho de 2015


A Insustentável Incoerência do Ser

Nem faz tanto tempo assim e a manchete no EGO era essa:



Já a de hoje, no mesmo EGO, vem a ser essa, Brasil???????




Longe de mim achar que as pessoas não precisem de uma baita festa de casamento, se assim o desejarem, sendo pobres ou sendo ricas. Afinal, como dizia o saudoso Joãosinho Trinta, quem gosta de pobreza é intelectual. Mas juro, bem juradinho, que se tivesse passado por esse mesmo perrengue pelo qual ela passou, iria recordar disso e pedir para esse povo trocar essa ajuda para festa pela quantia em dinheiro, para garantir que não teria que passar de novo pelo mesmo aperto. 

Sei que cada um é cada um, porém bem lembro ainda do que uma professora de português, a tia Telma, falou para todos na terceira série: "Para te dar um copo de cachaça, um amigo sempre aparece! Agora vá pedir um prato de comida que não aparece nenhum!"

3 comentários:

Anônimo disse...

Não quer dizer nada, é tudo jabá, ostentação. O mundo hoje é só isso, ostentar é o que conta.

Clteles disse...


Realmente se elas tivessem fazendo campanha pra comer elas nao ganharam R$0,01 sequer.
É tudo questão de interesse... e troca de favores.

dona Emengarda disse...

Ano que vem tão no programa da Sonia mendingando!

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs