RSSTwitter

segunda-feira, 24 de agosto de 2015


Garotinho escolhe boneca Barbie em loja e a reação de seu pai é surpreendente!

Um dos maiores absurdos, presenciados desde sempre no nosso mundo ainda tão preconceituoso, é o fato de existir pessoas julgando outras por não terem preconceito para com seu próximo, amando, apoiando o seu próximo, independente de sua sexualidade e taxar isso como 'ditadura gay', que isso faz o número de gays aumentar e todas essas bostas homofóbicas que temos o desprazer de ler, escutar, etc.

O ato aumenta um tanto mais quando esses seres preconceituosos se deparam com pais tratando naturalmente com a questão da sexualidade de seus filhos desde cedo. Algo que todos os pais deveriam fazer e não podar, reprimir e tratar esse assunto como doença. Se seus filhos nasceram gays, não vai ser por repressão que eles vão deixar de ser e a sua opção é compreender, amar e ajudar. Ou você vai preferir ter um filho complexado no futuro só por conta do que se dita como deve ser? Por isso é importante você colocar na cabeça que a batalha contra o preconceito, seja lá de qual espécie, deve se começar em casa, para que, só assim, o mundo acolha devidamente seu rebento.





Um exemplo nesse campo aconteceu com o menino Isaiah Willis, de 4 aninhos, que recebeu dois presentes iguais em sua festa de aniversário e saiu com seu pai Mikk para trocar um deles na loja por outro presente. A surpresa se deu não pelo fato do pequeno ter escolhido uma Barbie Ariel, mas sim da reação de seu pai, que fez questão de filmar em um vídeo-depoimento que começa com a seguinte pergunta “Como você acha que um pai se sente quando seu filho de quatro anos escolhe esse brinquedo?”

Logo após Mikki lançar essa questão, escutamos Isaiah gritando: “Yeahh” e seu pai responde: “Eu deixei meus meninos escolherem as suas vidas. É assim que eu e mamãe somos. É só você falar o que quer e diremos sim” - e continua - “Escolha o que quer! Escolha a sua expressão! Escolha o que você é! Escolha sua sexualidade! Você tem a minha promessa de te amar para sempre e aceitar você, não importa a vida que você escolher”.


Vídeo: YouTube



O triste é ter consciência que a reação desse pai não deveria nos surpreender, pois deveria ser a regra, né? Portanto, pais, amem seus filhos e nunca deixem que nada de mal vindo do preconceito aconteça com eles!

13 comentários: