RSSTwitter

terça-feira, 18 de agosto de 2015


Resenha: Shampoo a Seco Batiste

Meses atrás recebi a coleção completa dos shampoos e condicionadores a seco da Batiste para experimentar e, no primeiro instante, achei mais do que ótimo.com poder ter a chance de experimentar algo sobre o qual já tinha lido sobre e tinha 'mó' curiosidade em catar como seria usar. Porém o resultado foi aquém do que eu esperava...

Mas não! Não fiquem pensando que isso se deu por conta da linha ser ruim não,visse? O babado é que meu cabelo crespo AND seco ficou parecendo mais parecendo um pedaço de palha de aço após ter aplicado o shampoo e o condicionador, demonstrando que pessoas com cabelos secos, assim como os meus, devem permanecer a milhas de distância desses produtos. Só use em caso de querer fazer cosplay de Bombril...



Daí o que fazer para dar uma opinião sobre os produtos? Chamar uma das minhas sobrinhas para testar, é claro! Já que todas elas não puxaram o picumã de fibra grossa do titio.

Então, vocês fiquem agora com a opinião da Ingrid sobre a linha Batiste, juntamente com as imagens de antes e depois do uso da mesma.
Fotos: Ingrid Araujo



Quando coloca o shampoo a oleosidade some, mas o cabelo fica duro, como se ficasse fácil de quebrar, mesmo depois de massagear o produto. Detalhe que, após essa massagem, fica um pó branco nos cabelos, lembrando talco, acaso coloque-se demais. Porém ao usar o condicionador, o cabelo fica mais solto, macio e com brilho. Só que ainda um pouco com aspecto de quebradiço, mas melhora bastante.



Agora não dá para negar que os produtos são super refrescantes, parecendo mesmo que acabei de lavar os cabelos de forma usual. Então, apesar de ter deixado o cabelo um pouco duro, eu gostei do shampoo e condicionador a seco, achando uma ótima saída para aquelas ocasiões que você não tem tempo de fazer sua lavagem habitual, mas precisa estar com os cabelos com aspecto e cheiro de limpos. Resumindo, para quem tem cabelos mistos como o meu, o melhor jeito de usar o shampoo é mesmo quando o seu cabelo estiver bem sujo e, portanto, oleoso o bastante e sempre junto ao condicionador para dar maciez. Já para quem tem cabelos oleosos normalmente, com aquele aspecto de lambido, pode usar sem medo de ser feliz, pois os produtos, além de tudo que relatei, ainda conseguem dar um bom volume aos fios.



5 comentários:

Camila disse...

Ale,
Eu nao vivo sem o meu Batiste (eu gosto do azulzinho). Meu cabelo está muito comprido e ele é misto - seco nas pontas e oleoso na raíz.
Eu lavo o cabelo 2 ou 3 vezes por semana e nos intervalos eu uso o Batiste pra tirar o aspecto de oleoso na raiz. Eu vou dividindo e aplicando - o segredo é sacudir bem o frasco e jogar jatos curtinhos a uma distancia boa da cabeça, assim não fica aquela mancha branca parecendo que tacou um pó, ou talco.
Depois no final, eu passo uma escova larga pra espalhar bem o produto e um pouco de reparador de pontas só nas pontinhas pro picumã não ficar todo duro.
O cabelo fica com aspecto de limpinho de novo e não fica aquele "ranso" de quem nao lava a cabeça.

Eu já tentei outras marcas de Dry shampoo, até mesmo as gringas, e nenhuma outra pra mim foi tão boa quanto a Batiste. Eu poderia fazer propaganda para eles, haha.

Anônimo disse...

Eu uso talco mesmo, mas porque sou loira. Quem não tem raiz mais clara, vai ficar aparecendo. O talco é maravilhoso, não pesa, e não deixa o cabelo duro, porque aplico só na raiz. Bjs,

Anônimo disse...

eu queria saber oque é aquele vidro de calendula. eu nunca vi isso no mercado

Carine Werneck disse...

Eu também uso talco, principalmente na franja que é o primeiro a ficar oleoso. Vou experimentar esse shampoo a seco!

Alessandro Araújo disse...

O vidro de Calêndula foi a Granado que me enviou da linha Vintage que lançaram há um tempo. Não sei se continuam à venda

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs