RSSTwitter

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016


Carnaval na crise? Crie!!!!!!!!!!!!!!

Recebi um e-mail de uma leitora que estava lôka de kisuck de groselha por conta que estamos apenas duas semanas faltando para o carnaval e a mona não tinha ideia, and nem bufunfa, para bolar/comprar uma fantasia digna de sambar na Sapucaí que é a cara das inimigas, daí então me pediu um milagre em forma de dica.

Respondi para ela fazer a Globeleza e sair toda trabalhada no glitter e no salto "Lubutando" que, além de mostrar o corpão pra causar inveja nas Creuzas, ainda ganharia umas boas apalpadas A.K.A. dedadas dos boys. 

A mona disse que, apesar de estar com tudo em cima, era tímida demais para tanta causação. Daí, então, o que posso fazer por ela é mostrar como montei duas de minhas fantasias passadas de forma rápida. Já que nas mesmas eu gastei bem pouco dinheiro e tempo para fazer, até por conta de reutilização de coisas que já tinha em casa e tal. E o que tive de comprar para dar aquele up foi tudo baratinho. Não precisando vender meu edi na esquina. Até porque, nessa crise, os bofes estão querendo pagar só meia furunfada, achando que meu corpitcho é sala de cinema em dia de promoção...







Nessa fantasia de caboclo de lança ( na qual dispensei a tal da lança ) o babado foi um bocadinho mais elaborado, mais nada díficil. A parte de baixo era uma calça de cetim preta que eu já tinha de uma outra fantasia e mandei a costureira cortar em comprimento só um pouco abaixo do joelho. Tipo calça Capri, saca? Daí então salpiquei lantejoulas douradas por toda ela para dar um certo efeito. Para isso usei cola de silicone. Já na barra dela eu enfeitei com cataventos que encontrei em lojas de festas infantis e custou menos de R$ 1,00. Os que comprei eram em formato de estrela que em cada ponta, e no seu meio, tinha uma flor metalizada, totalizando 6. Então devo ter comprado uns cinco ou seis, não recordo. Até porque sobrou. Bem, então retirei as flores do catavento, coloquei uma lantejoula dourada e uma miçanga no seu miolo, dando um ponto com linha e agulha. Algo que até criança consegue fazer, mesmo não devendo.

Essa parte inferior foi só close meu, visse? Porque se a mona tá mesmo apressada ou não tem nada de cetim ou algo parecido, ela pode usar um body, uma bermuda ciclista, whatever. Use sua imaginação! Isso também vale para o boy que quiser copiar o modelito. Porque a parte de cima e a cabeça já são bastante chamativas. Daí o que importa mesmo é que o que você use por baixo seja confortável.

Originalmente o manto do caboclo de lança é todo trabalhado nos paetês coloridos e nas pedrarias, que é pra ser pura ostentação! Mas a saída que achei para não pagar mais de mil reais em um manto desses foi comprar um tecido babadeiro! Cheguei numa loja de tecidos, na verdade, com o pensamento em comprar chita para fazer o mesmo, que era pra ficar super colorido e regional. Mas quando vi esse preto com poá dourado acabei me encantando e trazendo. Comprei 1 metro e meio e aproveitei e comprei também umas franjas douradas para o acabamento. Para fazer o manto de novo precisei da ajuda da costureira, mas nada tão absurdo. Era só para costurar as franjas e fazer um buraco no meio do tecido para eu colocar a cabeça. Aliás, no tal buraco fiz o mesmo acabamento da parte da bermuda, com as flores do catavento. E achei que ficou super gracinha. Outra coisa, meus bens, usei camiseta por baixo do manto, mas depois achei desnecessário, pois poderia ter ido sem nada por conta do calor, mesmo que o tecido leve não esquentasse tanto. Portanto, aconselho as meninas usarem tops e os meninos podem ir sem camiseta.

Finalmente chegamos na bendita cabeça, que foi algo que resolvi eu mesmo fazer sem nem saber por onde começar! Daí que tinha um capacete de biker aqui em casa e bingo! Resolvi comprar umas mamães sacode e colar nele! Para a cabeça ficar mais do que colorida, quase uma bandeira gay, comprei as mamães sacode de cores mais variadas possíveis, tirei o gancho que as prendem no meio com bastante cuidado para não desmanchar, amarrei com cordão de nylon e fui colando no capacete com cola de silicone até achar que já estava bem cheia. Aliás, fiz a cabeleireiro e dei uma aparada na mesma ao finalizar, mas coisa pouca. Só para deixar tudo mais ou menos certinho. Como o capacete era bastante velho, a parte que segura no queixo há muito já tinha sumido. A solução que encontrei foi comprar um elastico largo vermelho e colocar no lugar como se fosse um fita. O efeito ficou ótimo!!! 

O toque que faltava era o óculos, pois caboclo tem que ter! Pensei em usar um dos meus mesmo e pronto! Mas depois fiquei com medo de quebrar e tal. Daí fui novamente em uma casa de festas procurar um de brinquedo. E não é que ficou milhões de vezes melhor do que se usase os meus?  E foi super mega barato: R$ 1,25.










Já a minha segunda opção de fantasia é mais simples ainda, pois usei tudo que já tinha em casa, apenas comprando um mero saquinho de paetês em forma de flor.






Peguei uma camiseta com um tom forte, no caso azul, e saí colando com a tal cola de silicone (ela é ótima para esses babados). A gravata borboleta eu também já tinha, assim como o chapéu coco, e apliquei os paetês de flores também neles. No meio da gravata costurei uma daquelas flores do catavento da fantasia acima. Coloquei uma bermuda amarela, os óculos coloridos e pronto, estava pronto para a folia!




Fotos: Arquivo Pessoal




P.S.: Sorry pela péssima qualidade das fotos, principalmente na do caboclo, mas era o que alguém tinha levado no dia! Então meu edi! 



5 comentários:

Kelli disse...

Ficou lindo nas duas Ale , muito criativo , mas a 1º não é muito quente ? Vc samba melhor que a diva né ?? hahahahaha bjs

Alessandro Araújo disse...

Kelli, não é quente por conta do cetim, que é um tecido leve. Sambo melhorzinho sim, mas nem tanto. kkkkkkkkkkkkkk

Jeissy Silva disse...

AlÊ, você é um arraso!

Leocádia Joana disse...

Like! :)
Você ficou muito tempo sumido que até achei que o blog tivesse acabado! Cheguei a pensar: "como assim, sem se despedir"?
Ainda bem que vc não fez = a outra que de repente acabou e quando foi cobrada alegou ser chefe de cozinha e ter + o que fazer! Conclusão: todas as seguidoras são desocupadas!

Anônimo disse...

Lindo Alê e muito criativo

Postar um comentário

Apimente bem gostoso com o seu comentário, gostando ou não do que foi publicado, mas tente ao menos ser coerente e educado na opinião dada, visse? Eu não sou obrigado a escutar desaforos no meu espaço e te devolvo o baile com gosto de gás! rsrsrsrsrs

Vem comemorar a semana do Dia Internacional da Mulher
Caso não esteja visualizando as imagens,acesse aqui
 
 
Duloren
Lançamentos Sutiãs Calcinhas Modeladores Diva Plus Size Cuecas
Frete Grátis
Dia internacional da mulher
Aproveite
Chat Online
Central de Atendimento:
Para realizar qualquer troca de produtos, seja por causa do modelo, tamanho ou cor, não há custo adicional para a 1ª troca e a Duloren oferece um prazo de 30 dias após o recebimento do produto. Caso a nova peça seja de uma referência diferente da peça devolvida, será gerado um crédito no valor do produto a ser trocado para a realização de uma nova compra. Para saber mais, acesse Política de Troca ou Devolução.
Custo e Prazo de Entrega:
O frete é grátis para qualquer lugar do Brasil em compras acima de R$ 120,00. 
Depois que o pagamento estiver confirmado, o envio do(s) produto(s) ocorrerá o quanto antes, mas o prazo depende de sua localidade. Para saber mais, acesse Entrega e Frete
Formas de Pagamento:
As compras podem ser feitas em até 5 vezes sem juros em todos os cartões, com parcela mínima de R$ 30,00.
Trabalhamos também com outras formas de pagamento, como débito, boleto bancário e PayPal.

Sobre a Duloren:

A Duloren, líder de mercado em moda íntima no Brasil, fundada há 53 anos, tem um forte e consistente DNA que está baseado na produção de tecidos altamente tecnológicos com desenhos, rendas e elásticos exclusivos, acrescentado à tinturaria própria e à fabricação dos seus insumos. Para atender as mais diversificadas solicitações do mercado consumidor, a Duloren produz e comercializa hoje as marcas Duloren e Femmina.

Com capital 100%% nacional, produz cerca de 1,2 milhão de peças por mês. A Duloren orgulha-se de ser inovadora e estar na vanguarda da estratégia de mercado. Através de avançados planos de marketing, a empresa é reconhecida como pioneira da moda íntima, lançando coleções simultaneamente

Atenção:  

Preços e condições válidas somente para este e-mail, em compras na loja online da Duloren.
Promoção válida até 08/03/2017.As condições podem se alterar após o envio dessa mensagem.
Confira todas as informações sobre produto, preço, tamanho e cor antes de concluir a compra.
Os descontos são válidos durante o período de divulgação e dependem da disponibilidade de estoque.